Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
PUBLICIDADE

tecnologia

Assembleia libera uso de celular em escolas estaduais de SP para fins pedagógicos

Governo, no entanto, garante que o monitoramento e o filtro de conteúdo acessado pelos estudantes será mantido

  • São Paulo
  • Estadão Conteúdo
 | Bigstock.Bigstock.
Bigstock.Bigstock.
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou na última terça-feira, 10, uma proposta do governo do Estado de São Paulo que permite o uso de celular em sala de aula para fins pedagógicos.

A mudança possibilitará que crianças e jovens do Ensino Fundamental e Médio de escolas estaduais utilizem os aparelhos durante atividades pedagógicas orientadas por educadores. O governo, no entanto, garante que o monitoramento e o filtro de conteúdo acessado pelos estudantes será mantido.

A proposta foi encaminhada pelo governador Geraldo Alckmin, em 2016, após pedido feito pelo secretário da Educação, José Renato Nalini.

De acordo com o secretário, é preciso manter o aluno interessado em aprender. "O ensino prelecional está sendo questionado em todos os ambientes. Se quisermos manter o aluno interessado em aprender, temos de usar a linguagem dele. A linguagem de seu tempo", disse Nalini. Agora, o projeto de lei segue para sanção do governador.

Wi-fi e banda larga

O governo do Estado anunciou, ainda, que até outubro de 2018, as 5 mil escolas estaduais paulistas terão sistema wi-fi e banda larga. O objetivo, segundo a gestão de Geraldo Alckmin, modernizar a rede. 

As redes sem fio serão instaladas, inicialmente, nas salas dos professores e de informática. As instituições de ensino que fazem parte do programa Escola da Família também terão a opção de utilizar a conexão aos fins de semana em locais específicos.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Educação

PUBLICIDADE