Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

reconhecimento

Brasileiro é finalista do prêmio de melhor professor do mundo

Diego Mahfouz Faria Lima, de São José do Rio Preto (SP), pode ganhar 1 milhão de dólares por programa implementado em escola problemática

  • Gabriel de Arruda Castro
Diego Mahfouz Faria Lima: exemplo | Reprodução / Global Teacher Prize
Diego Mahfouz Faria Lima: exemplo Reprodução / Global Teacher Prize
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Um brasileiro está entre os dez finalistas do Global Teacher Prize, a competição anual que escolhe o melhor professor do mundo. 

O escolhido é Diego Mahfouz Faria Lima, diretor da Escola Municipal Darcy Ribeiro, em São José do Rio Preto (SP).  Ele foi selecionado dentre mais de 30 mil inscritos de 173 países. 

O projeto que levou Diego à indicação foi o "Minha escola: reconstrução coletiva", que reduziu os altos índices de criminalidade e evasão na escola que ele dirige.  

Segundo a organização do prêmio, o diretor obteve bons resultados em apenas um ano por meio da promoção de atividades culturais, esportivas e de lazer para toda a comunidade, além de ter implementado uma gestão democrática da escola. 

“No meu prmeiro dia de trabalho, colocaram fogo no banheiro, jogaram água em mim”, diz ele, no vídeo divulgado pela organização do evento. 

 O programa também incluiu a mediação de conflitos entre estudantes, um mutirão para reformar o prédio – com a participação dos pais – e a criação de um sistema de controle de faltas para prevenir casos de abandono. “Quando eles faltam eu vou até a casa deles para ver por que faltaram e também demonstrar que nós sentimos falta deles na escola”, diz ele, no vídeo. 

O anúncio dos finalistas foi feito por Bill Gates, fundador da Microsoft. “Os finalistas foram selecionados baseados em um conjunto rigorosos de critérios, incluindo a eficácia comprovada em motivar o estudantes e ajudá-los a aprender", afirmou ele.

O vencedor será anunciado em Dubai, nos Emirados Árabes, no dia 18 de março. O prêmio de 1 milhão de dólares é concedido pela Varkey Foundation, com sede no Reino Unido.

Diego concorrerá com professores de Turquia, África do Sul, Colômbia, Filipinas, Estados Unidos, Bélgica, Austrália, Reino Unido e Noruega.


o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Educação

PUBLICIDADE