Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Vestibular

Fechar
PUBLICIDADE

Prova

Simulado de Português

 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Leia o texto a seguir e responda às três questões seguintes.

Os portugueses incorrem em muitos equívocos nos primeiros contatos com os índios. A desinteligência não se restringe à fala e aos gestos. Qual era o sentido das pinturas que revestiam o corpo dos silvícolas? Os descobridores estavam longe de imaginar que a finalidade daquelas formas coloridas, resistentes ao contato da água, era mais que estética. Escapava-lhes que naquelas linhas estivesse inscrita hierarquia, função, nacionalidade. Advertidos de que impropriamente restringimos a escrita ao alfabeto, devemos considerar aquelas cores e traços signos de um sistema de escrita pictórica, exigido pela organização social. Se os descobridores viessem menos impressionados com a revolução operada pela imprensa, teriam visto nas epidermes coloridas cartas não traçadas em pergaminho, cartas pintadas na pele viva dos homens. Se tivessem adivinhado a mensagem desses documentos ambulantes, podiam ter revisto o juízo negativo que faziam da civilização estranha.

(Donald Schülers - www.schulers.com)

01. Com base no texto, encontre a correspondência entre as expressões da primeira e da segunda coluna.

1) daquelas formas coloridas

2) lhes

3) desses documentos ambulantes

4) índios

( ) cartas pintadas na pele viva dos homens

( ) civilização estranha

( ) os descobridores

( ) pinturas que revestiam o corpo dos silvícolas

( ) silvícolas

A seqüência correta é:

a) 1, 2, 4, 3 e 2

b) 1, 3, 2, 4 e 3

c) 1, 4, 2, 3 e 4

d) 3, 4, 2, 1 e 4

e) 3, 2, 4, 1 e 4

02. Com base no texto, assinale a alternativa correta:

a) O verbo “incorrer” poderia ser substituído por discorrer, sem alteração do sentido pretendido.

b) O segmento “estivesse inscrita hierarquia, função, nacionalidade” estaria gramaticalmente incorreto se a forma verbal destacada fosse flexionada no plural.

c) O adjetivo “advertidos” está flexionado no masculino plural, pois se aplica a descobridores.

d) O particípio “adivinhado” não se flexionou em gênero e número por fazer parte de um tempo composto.

e) O enunciado “A desinteligência não se restringe à gestualidade” poderia também ser expresso corretamente em “A desinteligência não é restrita à gestos”.

03. Observe os enunciados abaixo quanto à regência verbal.

1. Ao rei, os relatos da viagem informaram-lhe as novas descobertas.

2. Os conhecimentos marítimos em que os europeus confiavam estão ultrapassados.

3. Para os índios, o tempo se divide em AB (‘antes do branco’) e DB (‘depois do branco’), marca que os lembra a usurpação de sua terra.

4. As comemorações dos 500 anos pouco se referem a total extinção das línguas indígenas.

Estão corretos apenas:

a) 1 e 2

b) 1, 2 e 3

c) 2 e 3

d) 2, 3 e 4

e) 3 e 4

Leia a tirinha abaixo.

04. Na tirinha acima, Calvin e o tigre Haroldo, criados pelo cartunista Bill Watterson, conversam sobre uma mania neologística do garoto. Sobre o processo de “verbar palavras”, assinale a alternativa CORRETA.

a) Calvin, ao usar as palavras “quando” e “agora”, convence Haroldo de que tal processo acaba de ser criado e fará a língua melhorar.

b) Para o menino, o processo amplia o vocabulário, pois cria verbos paralelos a formas nominais pré-existentes, opinião reforçada pelo uso de “também”.

c) Para Haroldo, com o emprego do processo, a língua pode ser estropiada, mas se torna mais dinâmica.

d) Para o tigre, é uma sorte o processo ter sido descoberto, pois contribuirá para que a língua recupere sua função de código de comunicação.

e) O tigre e o menino possuem um plano de divulgação do processo que tornará a língua um empecilho para a intercompreensão.

05. Assinale a alternativa CORRETA.

a) Harold é irônico ao tecer seus comentários sobre o processo no último quadrinho.

b) Calvin demonstra falta de consciência sobre o que pode ser considerado normal e o que pode ser considerado desvio na língua.

c) A expressão facial do menino nos dois primeiros quadrinhos evidencia sua apreensão por constatar que “verbar”, apesar de ser gostoso, “esquisita o idioma”.

d) O tigre demonstra desespero em relação às novidades lingüísticas introduzidas pelo garoto.

e) Tanto o menino quanto o tigre preveem consequências desastrosas para o idioma advindas da prática de “verbar palavras”.

O texto a seguir é referência para as questões 06 e 07.

Quem não tem e-mail é sub-cidadão

Pesquisa Datafolha informa que, neste ano, cerca de 25 milhões de brasileiros acima de 16 anos já acessam a internet. Não é pouca coisa, levando em conta que a população brasileira é de 180 milhões de habitantes, dos quais uma expressiva parcela é de pobres, analfabetos ou semi-analfabetos.

A linha da exclusão social pode ser medida também pelos com ou sem-mail. Isso porque ter ou não acesso à Internet define a capacidade de o indivíduo protestar ou se posicionar diretamente com o poder público e privado. É um jeito de chegar direto, sem intermediários, ao deputado ou senador, por exemplo.

Por isso, um dos atentados contra a cidadania brasileira é, até agora, não terem usado um único dos R$ 4 bilhões arrecadados dos usuários das telecomunicações para promover inclusão digital. É um absurdo nos mais diferentes sentidos. Abuso pela mentira pública (pegar um dinheiro e não usar); abuso porque educação deveria ser a prioridade das prioridades no país.

(Gilberto Dimenstein, Folha Online, 27 abr. 2005.)

06. Dimenstein justifica a importância de um maior número de pessoas ter acesso à Internet e, consequentemente, ao e-mail, assentado no fato de que esse acesso:

a) aumenta o percentual de usuários e essa estatística define o progresso de uma nação.

b) diminui o percentual de analfabetos e semianalfabetos.

c) estimula as empresas de telecomunicações a cobrar menos impostos.

d) possibilita um exercício mais efetivo da cidadania.

e) melhora as condições de aprendizagem em sala de aula.

07. No título, o autor usa a palavra sub-cidadão. Tendo como fonte o dicionário Aurélio, apresentamos o princípio geral do emprego do hífen e, em seguida, a norma que rege o uso desse sinal gráfico com o prefixo sub-.

Princípio geral: Só se ligam por hífen os elementos das palavras compostas em que se mantém a noção de composição, isto é, os elementos das palavras compostas que mantêm a sua independência fonética, conservando cada um a sua própria acentuação, porém formando o conjunto perfeita unidade de sentido.

Ab, ad, ob, sob e sub, quando seguidos de elementos iniciados por r: ab-rogar, ad-renal, ob-reptício, sob-roda, sub-reino, etc.

Tendo em vista que se deve observar primeiro o princípio geral para depois aplicar a regra, a composição de sub+cidadão, segundo as normas, deve ser feita sem hífen, porque:

a) na palavra sub+cidadão, o segundo elemento da composição não mantém independência fonética.

b) a composição de sub+cidadão obedece às exigências do princípio geral, mas o segundo elemento não começa por r.

c) o segundo elemento de sub+cidadão não conserva a acentuação própria.

d) a palavra sub+cidadão não consta da relação de exemplos que se grafam com hífen.

e) o composto não forma uma unidade de sentido.

08. Em que alternativa a substituição da expressão grifada pela que está entre parênteses NÃO desencadeia nenhuma alteração de concordância?

a) Tomado pelo lado da propaganda, o programa destina-se a assegurar vagas nas universidades particulares. (a medida)

b) A Previdência, que dispõe de um aparelho fiscalizador, foi substituída pelo MEC, que não tem aparelho nenhum. (As agências do INSS)

c) Faz água a moralidade de seu programa Universidade Para Todos. (ondas)

d) Tarso Genro poderá devolver os benefícios às escolas que aderirem ao ProUni. (à instituição)

e) No ano passado estimou-se em R$ 1 bilhão o benefício fiscal do ensino filantrópico. (os valores destinados ao)

09. Assinale a alternativa formada de acordo com a língua padrão, observando a concordância verbal.

a) Nesse momento é que começou a aparecer as dificuldades.

b) Faziam já três anos que o projeto esperava por uma decisão.

c) Houveram, durante o congresso, novas propostas.

d) Durante esse período houve muitas discussões sobre o tema.

e) Agora só falta dois votos para a aprovação.

10. Observe os períodos a seguir.

Aquela é a minha vizinha.

Eu gosto muito da aparência da minha vizinha.

Assinale a alternativa que contém a junção dos dois períodos num só, mantendo a correção gramatical.

a) Aquela é a minha vizinha que, da aparência, gosto.

b) Aquela é a minha vizinha cuja qual aparência eu gosto.

c) Aquela é a minha vizinha cuja a aparência eu gosto.

d) Aquela é a minha vizinha cuja aparência dela eu gosto.

e) Aquela é a minha vizinha de cuja aparência eu gosto.

* * * * * * * * *

GABARITO

01. d); 02 d); 03. a); 04. b); 05. a); 06. d); 07. b); 08. c); 09. d); 10. e)

* * * * * * * * *

As questões foram elaboradas pelo professor João Filipe Magnani, do Curso Acesso

Siga a Gazeta do Povo e acompanhe mais novidades

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Educação

PUBLICIDADE
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais