Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

SÍMBOLOS ELEITORAIS

O “L” de  Lula virou revólver na campanha de Bolsonaro

Os mesmos polegar e indicador que formam a inicial do petista representam, em outro desenho, a pistola que é marca registrada do ex-militar presidenciável

  • Brasíllia
  • Evandro Éboli 
 | Divulgação/Geilson Lima
Divulgação/Geilson Lima
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Seguidores e apoiadores do presidenciável Jair Bolsonaro já escolheram e adotaram o símbolo informal da campanha eleitoral do deputado, que se consolida como sua marca registrada: as mãos em forma de revólver, com os dedos polegar e indicador simulando uma pistola. Uma imagem antiga, dos tempos de filmes de faroeste, mas mais atual que nunca, quando se debate no país regras mais flexíveis para concessão de porte de armas, por exemplo.

Os mesmos dois dedos, postados de forma diferente, são também marca registrada do principal adversário de Bolsonaro na disputa até o momento, o petista Lula. Polegar e indicador desenham, nesse caso, a difundida letra "L", nos gestos repetidos pelo próprio ex-presidente, por petistas e simpatizantes de sua candidatura. E que vem de campanhas anteriores, em especial na sua primeira eleição vitoriosa, em 2002.

No caso do "revólver" de Bolsonaro, a imagem é uma marca também da chamada "bancada da bala", grupo que apoia o nome do deputado para o Palácio do Planalto. Esse símbolo ganhou as capas dos jornais em agosto de 2015, quando o plenário da Câmara aprovou a emenda constitucional que reduziu a maioridade penal de 18 para 16 anos em alguns casos, como crime hediondo. Após a aprovação, Bolsonaro e o coronel da Polícia Militar e deputado Alberto Fraga (DEM-DF) posaram abraçados com as mãos simulando o revólver.

"Tudo começou comigo e o Bolsonaro nessa votação. Fizemos aquele gesto para o pessoal que estava batendo foto na galeria e a imagem começou a circular por aí. E virou o símbolo que a gente usa, já que somos denominados como bancada da bala, a partir daí. E é usado por todos do nosso grupo", contou Alberto Fraga.

LEIA TAMBÉM: Imóveis, auxílios, ‘fantasma’: entenda as 3 revelações que afetam a campanha de Bolsonaro

Os dois parlamentares voltaram a posar com as "pistolas" num encontro no final do ano passado com policiais do Distrito Federal. Aliados de Bolsonaro, como os deputados e delegados Éder Mauro (PSD-PA) e o Delegado Waldir (PR-GO) recorrem sempre a esse símbolo. Waldir concorreu a deputado em 2014 com o número 4500 e o seguinte slogan: "45 da pistola e 00 da algema". Na foto, aparecia simulando o revólver.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Política

PUBLICIDADE