Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

boneco

‘Pixuleco’ gigante chega de balsa pelo rio Guaíba para julgamento de Lula

Polícia chegou a vistoriar a embarcação, que está fora do perímetro de segurança. Apesar de não haver irregularidades com a documentação, o boneco foi retirado da balsa ainda pela manhã

  • Brasília
  • Flávia Pierry, com Estadão Conteúdo
 | JEFFERSON BERNARDES/AFP
JEFFERSON BERNARDES/AFP
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O enorme boneco inflável que representa o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vestido de presidiário, o Pixuleco, chegou a Porto Alegre na manhã desta quarta-feira (24) em uma balsa pelo rio Guaíba. Uma iniciativa do Movimento Brasil Livre (MBL), o boneco chegou na cidade por volta das 7h desta manhã, junto com o nascer do sol. 

A embarcação foi abordada e vistoriada por um grupo de agentes da polícia militar do Rio Grande do Sul, a Brigada Militar. Segundo informação oficial da Brigada, a balsa encontra-se fora do perímetro de segurança estabelecido para a operação e poderá ser mantida no local.

Apesar de a documentação estar regularizada, o boneco inflável foi retirado da embarcação ainda pela manhã.

LEIA MAIS: Acompanhe ao vivo o julgamento de Lula no TRF-4 em Porto Alegre

Nas redes sociais, representantes do MBL e de movimentos como o Vem Pra Rua publicaram imagens do Pixuleco, cedido pelo Movimento Brasil. Em um vídeo ao vivo feito por representantes do MBL, integrantes do movimento filmavam a chegada da balsa pelo rio Guaíba. Vestindo coletes salva-vidas, os manifestantes mostravam o boneco. “Vamos dar apoio ao TRF para condenar esse bandido que acabou com o nosso país”, fala uma das manifestantes, ao encerrar o vídeo. 

A balsa com o Pixuleco deve ficar posicionada próximo à margem do rio, na direção do Centro Administrativo e do prédio do Tribunal Regional Federal (TRF) da quarta região, onde ocorre o julgamento. 

Essa é mais uma das viagens do Pixuleco, que já foi enviado para diversas manifestações. Na semana passada, o boneco foi inflado em manifestação em São Bernardo do Campo (SP).

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Política

PUBLICIDADE