Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

eleições 2018

Ricos e escolarizados não votam em Lula? Datafolha diz que não é bem assim

Pesquisa mostra Lula na segunda posição no segmento de alta renda e em empate técnico com Bolsonaro dentre os eleitores com ensino superior

  • Fernando Martins
 | Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Ricardo Stuckert/Instituto Lula
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Parte dos desafetos do ex-presidente Lula (PT) costuma propagar a ideia de que votar nele é coisa de pobre e de quem não tem escolaridade. E também que ricos e pessoas “educadas” não elegeriam o petista. O próprio Lula reforça o estereótipo ao repetir que é perseguido pela elite brasileira.

Porém, a última pesquisa Datafolha mostra que, se a eleição presidencial fosse feita apenas com os eleitores do segmento de maior renda e instrução, Lula estaria na segunda posição, pouco atrás do deputado Jair Bolsonaro (PEN/Patriota). E, especificamente no eleitorado com ensino superior, os dois estão em situação de empate técnico.

LEIA TAMBÉM: Lula ou Bolsonaro, quem vence em cada região do país? E mais: a surpresa do Sul

A pesquisa Datafolha, divulgada na íntegra nesta semana, mostra que Lula tem 36% das intenções de voto contra 18% de Bolsonaro nos dois cenários mais prováveis neste momento – com Marina Silva (Rede) e Geraldo Alckmin (PSDB) ou João Doria (PSDB) na disputa. Os índices do petista caem significativamente dentre os eleitores com ensino superior: ele tem 19% nas duas simulações. Já os de Bolsonaro sobem: para 21% e 23%.

Como a margem de erro da pesquisa é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos, há um empate técnico nos dois cenários (sendo que em um deles esse empate está no limite da margem de erro).

A terceira posição dentre os eleitores com ensino universitário fica com Marina Silva: 13% nas duas simulações.

Confira todos os números dos principais candidatos nos diferentes segmentos de escolaridade e renda

Entre os “ricos”, vantagem de Bolsonaro é maior . Mas Lula não se sai mal

Bolsonaro tem uma vantagem maior em relação a Lula no segmento de eleitores com mais renda, acima de 10 salários mínimos (R$ 9.370 mensais). Segundo o Datafolha, o deputado do PEN/Patriota tem 23% e 24% de intenções de voto nesse eleitorado. Já Lula fica com 16% e 17%.

No caso da renda alta, o terceiro colocado está mais próximo do petista do que no segmento de alta escolaridade. No cenário em que Lula tem 16%, Geraldo Alckmin está empatado tecnicamente com o petista, com 14%. Na outra simulação, também há um empate técnico, mas de Lula (17%) com João Doria (15%). Os melhores desempenhos dos dois tucanos, aliás, se verifica justamente dentre a população mais rica do país.

FIQUE POR DENTRO: Por que Lula cresce nas pesquisas, apesar da condenação na Lava Jato?

Lula lidera em todos os outros segmentos de renda e escolaridade

O Datafolha mostra ainda que Lula lidera a pesquisa em todos os demais segmentos de renda (até 2 salários mínimos; de 2 a 5 salários; e de 5 a 10 salários) e de escolaridade (ensino fundamental e ensino médio).

SAIBA MAIS: O lado B do Datafolha: a alta rejeição de Lula e outros dados que pouca gente viu

A pesquisa revela também que o eleitorado mais pró-Lula é o que tem menos renda e escolaridade. Os maiores índices de intenção de voto no petista estão dentre os eleitores que têm apenas o ensino fundamental (48% e 49%). No segmento de baixa renda (de até dois salários mínimos mensais; R$ 1.874), o petista ficou com 45% e 46% nos dois principais cenários pesquisados.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Política

PUBLICIDADE