Paz Tem Voz

Fechar
PUBLICIDADE

Segurança Pública

UPS do Parolin completa um mês sem registrar homicídio

Balanço divulgado pela Polícia Militar mostra redução drástica da criminalidade na área ocupada. Uberaba também registra reversão de índices

 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

A Polícia Militar divulgou nesta terça (05) um balanço sobre o primeiro mês de implantação da Unidade do Paraná Seguro (UPS) no bairro Parolin, em Curitiba. Desde que o programa foi implantado, em 3 de maio, nenhum homicídio foi registrado na região. A média histórica é de uma morte violenta por mês na região. Após a UPS, foram registrados três roubos, ante uma média mensal de 12 ocorrências. Foram realizadas 14 prisões por tráfico de drogas, um número quatro vezes superior à média mensal.

Os policiais participantes da operação abordaram 11.194 pessoas e fizeram 160 visitas comunitárias, além de atender 55 ocorrências a partir de ligações para o 190. De acordo com a PM, as principais queixas antes da UPS se referiam ao grande número de roubos a pessoas, veículos e estações-tubo por usuário de entorpecentes. “Com a presença policial e o aumento do número de abordagens isso diminuiu bastante”, avalia o comandante-geral da PM, coronel Roberson Bondaruk.

Uberaba

O comando da PM também divulgou novos números sobre a UPS do Uberaba, implantada em 1º de março. Foi registrado um homicídio ao longo da ocupação, no dia 16 de abril, quando um jovem foi assassinado com sete tiros na Vila União. A média de homicídios no Uberaba era de um caso por mês antes da UPS. A polícia havia atendido 301 ocorrências no Uberaba até o dia 8 de maio, das quais 31% se refere a perturbação de sossego.

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Especiais

PUBLICIDADE
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais