Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

paranaense

Atlético perde dois mandos por bombas no Atletiba, mas jogará semifinal na Baixada

  • Robson Martins
Atlético perdeu dois mandos no TJD. | Jonathan Campos/Gazeta do Povo
Atlético perdeu dois mandos no TJD. Jonathan Campos/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O Atlético foi punido na noite desta quarta-feira (14) pela terceira comissão disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná (TJD-PR) com a perda de dois mandos de campo por causa da confusão no último Atletiba, no Couto Pereira. Na ocasião, quatro bombas caseiras foram atiradas da torcida do Furacão em direção ao lado coxa-branca. A torcida do Coritiba também atirou uma bomba, segundo o relato da súmula do jogo.

Além de ter que jogar dois jogos longe da Baixada, o Furacão ainda terá que pagar uma multa de R$ 17 mil. Já o Coxa não perdeu mando de jogo, mas também levou multa de R$ 17 mil.

>> TABELA PARANAENSE 2018: confira a classificação e os próximos jogos

No entanto, não há possibilidade dessa punição começar a valer já no próximo final de semana, quando o Rubro-Negro disputará a semifinal da Taça Dionísio Filho na Baixada. Isso porque o regulamento geral da Federação Paranaense de Futebol não permite.

O artigo 65, no parágrafo 1, afirma que “a Federação somente executará a perda de mando de campo na partida que venha a ocorrer após decorridos dez dias do recebimento de comunicação da Justiça Desportiva que a impuser”. Essa regra existe para que ocorra tempo hábil para marcar um novo local de jogo.

Defesa do Atlético

Existe a possibilidade da punição ser em uma possível final do primeiro turno. Porém, na opinião da defesa do Atlético, esse prazo de dez dias só pode ser contado após o caso ser julgado no pleno do TJD-PR, o que não ocorreria antes da final da Taça Dionísio Filho.

A tendência é que o relator comunique a decisão até o final dessa semana, com a defesa tendo até a próxima quarta-feira (21) para entrar com o recurso. Dessa forma, o julgamento no pleno não ocorreria antes da final.

Paralelo a isso, o Furacão ainda entrará com um pedido de efeito suspensivo da decisão da comissão disciplinar e buscará na sequência a mudança da decisão da perda de mando de campo. O principal argumento é que o clube mandante, o Coritiba, não foi punido – apenas com multa –, sendo que há relato de uma bomba jogada também pela torcida alviverde.

VEJA TAMBÉM:

>> COPA DO BRASIL: confira o chaveamento completo do torneio

>> BRASILEIRÃO 2018: veja a tabela completa da Série A

>> SÉRIE B: confira a tabela completa da Segundona

>> LIBERTADORES: veja como ficaram os grupos e os duelos da fase preliminar

>> COPA SUL-AMERICANA: veja todos os confrontos do mata-mata continental

>> MERCADO DA BOLA: acompanhe o vai e vem de atletas nos principais clubes brasileiros

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE