Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
PUBLICIDADE

brasileirão

Atlético massacra Chape e reforça embalo para decisão contra o São Paulo

  • Luana Kaseker Especial para a Gazeta do Povo
Nikão comemora o gol da virada atleticana na Baixada | Felipe Rosa/Gazeta do Povo
Nikão comemora o gol da virada atleticana na Baixada Felipe Rosa/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O Atlético venceu de virada na estreia do Campeonato Brasileiro. O Furacão bateu a Chapecoense com uma goleada por 5 a 1, na noite deste domingo (15), na Arena da Baixada.

Os gols saíram no segundo tempo. Wellington Paulista abriu o placar para a Chape. Pablo, Nikão, Thiago Carleto, Rossetto e Ederson fizeram para o Rubro-Negro. Com o placar, o Atlético chega a 17 jogos seguidos sem perder na Baixada. O último revés foi em novembro do ano passado, para o Corinthians.

O técnico Fernando Diniz estreou seu sistema de jogo na Série A e o time fez atuação convincente. Foram 68% de posse de bola rubro-negra. Com a série recente de bons resultados, a equipe vai embalada para a decisão contra o São Paulo, pela Copa do Brasil. A partida de volta da quarta fase será quinta-feira (19), às 19h15, no Morumbi.

>>> CONFIRA: Jornalista britânico elogia bola do Atlético: “Fascinante o time de Diniz”

Na ida, vitória atleticana por 2 a 1, na Baixada. Com isso, o Furacão precisa de um empate para passar para as oitavas do mata-mata nacional. Já pelo Brasileiro, o time volta a campo apenas no domingo (22), às 19h, contra o Grêmio, na Arena do Grêmio.

O Furacão teve mudanças para a estreia na Série A. Diniz poupou os zagueiros Paulo André, Thiago Heleno, o volante Lucho González e o meia Guilherme. Zé Ivaldo e Bruno Guimarães, improvisado, entraram na defesa. Rossetto assumiu o meio de campo ao lado de Camacho. Já no ataque, Ribamar foi o 9.

O time manteve o sistema de jogo, mas teve dificuldades para entrar na fechada defesa da Chapecoense na primeira etapa. E quando conseguiu, o goleiro Jandrei salvou o time catarinense. Ribamar, livre na área, não conseguiu aproveitar um rebote do goleiro, após falta cobrada por Carleto.

Nikão, de carrinho, também parou no goleiro. A Chape jogou nos contra-ataques e chegou com perigo com Wellington Paulista de letra dentro da área, mas Santos salvou. O lance marcante do primeiro tempo foi uma dividida entre Rafael Thyere e Ribamar. O zagueiro sofreu um corte na cabeça e voltou com uma touca, já o atacante atleticano acabou perdendo dois dentes.

Se o primeiro tempo foi fechado, o segundo foi movimentado. Logo aos dois minutos, Wellington Paulista aproveitou um levantamento na área e abriu o placar de cabeça. Mas o Furacão respondeu rápido. Pablo, também de cabeça, empatou aos 5’.

Nikão, em um chute de fora da área, virou para o Furacão. O lateral-esquerdo Thiago Carleto marcou o terceiro em uma cobrança de falta perfeita. Aos 43’, o volante Matheus Rossetto ampliou e, aos 46’, o atacante Ederson deu números finais ao jogo.

Veja imagens do fotógrafo Felipe Rosa da partida na Arena da Baixada:

Confira o lance a lance e a ficha técnica de Atlético x Chape:

***

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE