Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Libertadores

Atlético tem jogadores de “renome mundial”, elogia técnico da Católica

Técnico do time chileno destaca a eficiência rubro-negra quando sai na frente no placar: “se sente muito bem assim”

  • Santiago, Chile
  • Julio Filho Enviado especial
Para o técnico Mario Salas o Atlético pode tirar efeito positivo da derrota por 6 a 2 para o Bahia. | Jonathan Campos – enviado especial/Gazeta do Povo
Para o técnico Mario Salas o Atlético pode tirar efeito positivo da derrota por 6 a 2 para o Bahia. Jonathan Campos – enviado especial/Gazeta do Povo
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

O técnico do Universidad Católica, Mario Salas, diz que a recente goleada por 6 a 2 sofrida pelo Atlético para o Bahia, no Brasileiro, trará motivação especial aos comandados do técnico Paulo Autuori para a partida decisiva entre os times pela Libertadores, nesta quarta-feira (17), às 21h45, em Santiago, no Chile.

TABELA: Confira os jogos e a classificação da Libertadores

“Se o Atlético canalizar bem os efeitos dessa derrota [para o Bahia], pode aproveitar muito. Após uma equipe tomar 6 gols em uma partida, ela se concentra muito mais no jogo seguinte”, analisou, na tarde desta terça-feira (16), no CT do clube, que fica ao lado do Estádio San Carlos de Apoquindo, palco do duelo.

“A equipe mudou muito contra o Bahia, bem diferente da que vai jogar contra nós, com o retorno de jogadores muito importantes, de renome mundial”, prosseguiu.

Salas ainda valorizou a ausência do suspenso Thiago Heleno (em seu lugar atua Wanderson) e assegurou que a prioridade dos donos da casa é não sair atrás do placar.

No treinamento de véspera da partida, o Católica se dedicou exaustivamente a jogadas de bola parada, assim como a cruzamentos ofensivos saídos da linha de fundo. “O Atlético já demonstrou que sabe segurar um placar fora de casa quando sai vencendo. Eu vi os jogos contra Capiatá e San Lorenzo. É uma equipe que se sente muito bem assim. Será um jogo estratégico e perigoso”, completou.

Como o Católica não depende apenas de si para se classificar, o técnico admitiu que ficará de olho no resultado entre San Lorenzo-ARG e Flamengo, no mesmo horário. “O objetivo contra o Paranaense está claro: ganhar da forma que seja”, complementou. A Católica só tem chances de avançar se o San Lorenzo tropeçar em casa.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE