Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

brasileirão

Diante do Vasco, Atlético enfrenta ‘crise ofensiva’ para voltar a vencer na Arena

Nas últimas seis partidas, Furacão marcou apenas quatro gols. No campeonato, o ataque rubro-negro é o sexto pior, com 39 gols

  • Vinicius Cordeiro especial para a Gazeta do Povo
Artilheiro do Atlético em 2013, Ederson fez apenas um gol no Brasileiro. | Albari Rosa/Gazeta do Povo
Artilheiro do Atlético em 2013, Ederson fez apenas um gol no Brasileiro. Albari Rosa/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Na busca por gols, o Atlético encara o Vasco neste domingo (19) para voltar a vencer dentro da Arena da Baixada no Brasileirão. A última vitória dentro de casa foi o 2 a 1 contra o Sport no dia 22 de outubro -- desde então, o Furacão empatou por 0 a 0 com a Chapecoense e perdeu para o Corinthians por 1 a 0. E para triunfar, o atacante Ederson ganha nova chance e é a esperança atleticana de balançar as redes vascaínas.

Ouça o comentário de Carneiro Neto

Carregando o áudio...

Artilheiro do campeonato nacional em 2013, o jogador de 28 anos foi contratado no final de maio deste ano junto aos próprios cariocas, rivais neste final de semana. Abraçado pela torcida pelo passado goleador no clube, teve poucas oportunidades de defender a camisa atleticana nesta temporada.

TABELA: Veja a classificação e os jogos do Brasileirão

Ederson participou de apenas 16 jogos neste Brasileiro e marcou somente um gol. Seu principal concorrente, Ribamar, acertou com o Rubro-Negro em julho e participou em 18 confrontos. Com uma sequência como titular da equipe, Ribamar balançou as redes em quatro ocasiões.

“Estou trabalhando forte para aproveitar ao máximo quando eu tiver a oportunidade. Eu não joguei muito neste ano, então vou colocar a minha intensidade no jogo, pensando em ajudar a minha equipe a sair com a vitória, que é o mais importante”, declarou Ederson.

Enquanto Ribamar tem mais presença de área, atuando como referência, Ederson é mais participativo e se desloca mais. Ou seja, com a mudança, Soares pretende ganhar movimentação sem perder poder de finalização.

Finalizar o Atlético tem conseguido, mas vem faltando eficiência. Nas últimas seis partidas, o time marcou apenas quatro gols. No campeonato, o ataque rubro-negro é o sexto pior, com 39 gols. Ganha apenas para Avaí (25), Atlético-GO (35) e Ponte Preta (34), presentes na zona do rebaixamento, além do Santos (38) e do próprio Vasco (36).

Na proporção de gols feitos por atacantes, os números são piores. Dos 39 tentos anotados, apenas dez são de atacantes do elenco: além dos quatro de Ribamar, Eduardo da Silva e Douglas Coutinho marcaram duas vezes, enquanto Ederson e Pablo tiveram uma bola na rede cada. Ou seja, os jogadores de frente são responsáveis por apenas 25,6% dos gols da equipe.

Ficha técnica

Atlético: Weverton; Jonathan, Thiago Heleno, Paulo André e Fabrício; Rossetto (Eduardo Henrique), Lucho González e Guilherme; Sidcley, Pablo e Ederson. Técnico: Fabiano Soares.

Vasco: Gabriel Félix; Madson, Paulão, Breno e Henrique; Wellington, Evander, Yago Pikachu, Nenê e Paulinho; André Rios.Técnico: Zé Ricardo.

Arbitragem: Leandro Bizzio Marinho (SP), auxiliado por Daniel Paulo Ziolli (SP) e Daniel Luis Marques (SP).

Transmissão: Sportv e Premiere.

Fique de olho

Pablo

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2017/11/18/Esportes/Imagens/Cortadas/ATLETICO 27 ALBARI ROSA-kQWB-ID000002-1024x341@GP-Web.jpg
Albari Rosa/Gazeta do Povo

O jogador deve fazer sua terceira partida consecutiva como titular. Ganhando espaço com Soares por meio de boas atuações, ele pode formar uma boa dupla com Ederson.

Veja a coletiva do técnico Fabiano Soares e do atacante Ederson

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE