PUBLICIDADE

Equipe de Esportes » Ver mais COLUNISTAS

Adriano Ribeiro

Será que elas vão aparecer?

Texto publicado na edição impressa de 10 de abril de 2012

Os jogos deste meio de semana estão reservados para a Copa do Brasil. São 13 partidas e a expectativa maior fica por conta das possíveis zebras que, de vez em quando, dão as caras nos duelos da competição, conhecida como a mais democrática do futebol brasileiro. Afinal, com exceção dos torcedores das equipes “vitimadas”, todos gostam de ver os pequenos virarem gigantes e eliminarem os favoritos em um mata-mata ou, pelo menos, conseguirem aquela vitória em casa que faz tremer os estádios acanhados espalhados pelo país.

Sejam sinceros. Quem não ficou satisfeito, nem que seja um pouquinho, quando Santo André (2004), Paulista (2005) e Sport (2009) levantaram o caneco do torneio? Por isso, vamos listar alguns tipos de zebras que podem aparecer nos próximos dias.

Zebra arapiraquense – Esta espécie reina na região do agreste alagoano e já se acostumou a aparecer nacionalmente em época de Copa do Brasil. Há dez anos, em uma visita ao Palestra Itália, deixou milhares de palmeirenses desamparados. Na semana passada, o Vovô Coxa foi atingido por um golpe e caiu em terras nordestinas. Na próxima quarta-feira, o bicho virá a Curitiba, mas não confirmou se vai aparecer ao público ou não.

Zebra do dente de sabre – É um dos animais mais exóticos da espécie, já que mistura características da zebra e do tigre. Vive em Criciúma, Santa Catarina. Na última semana, mesmo em seu habitat natural, acabou atingido por um Furacão e está em processo de reabilitação. Promete voltar a mostrar força nesta semana. Em 1991, domada pelo gaúcho Felipão, provou que pode fazer estragos.

Zebra do trote lento – Um dos animais mais preguiçosos entre seus semelhantes. Não gosta de correr ou de fazer muitos esforços, mas os ataques em momentos estratégicos podem ser fatais. Em Feira de Santana, seu lar, receberá o São Paulo na próxima quarta-feira. Leão, o técnico tricolor, diz que vai manter a zebra enjaulada, sem qualquer chance de aparição. Será?

Zebra das Araucárias – Aqui abro um parêntese para falar de uma espécie regional. Este animal sente-se muito à vontade principalmente no começo do ano, quando os predadores (times grandes) acabaram de voltar da hibernação, também conhecida como férias. No 1º turno do Estadual deste ano, a zebra escolheu Cianorte como habitat, no entanto, na hora da decisão, o bicho resolveu se esconder e não apareceu. Na segunda metade do Paranaense, a zebra se deslocou para Londrina, mas, após uma visita ao Couto Pereira, perdeu o rumo e voltou a desaparecer. Dizem que a zebra se mudou para a Vila Capanema e pode viajar ao Ceará nesta semana.

Vamos aguardar para ver qual será a zebra que vai aparecer nos próximos dias.

PUBLICIDADE
    • SELECIONADO PELO EDITOR
    • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
    • QUEM MAIS COMENTOU
    Assine a Gazeta do Povo
    • A Cobertura Mais Completa
      Gazeta do Povo

      A Cobertura Mais Completa

      Assine o plano completo da Gazeta do Povo e receba as edições impressas todos os dias da semana + acesso ilimitado no celular, computador e tablet. Tenha a cobertura mais completa do Paraná com a opinião e credibilidade dos melhores colunistas!

      Tudo isso por apenas

      12x de
      R$49,90

      Assine agora!
    • Experimente o Digital de Graça
      Gazeta do Povo

      Experimente o Digital de Graça!

      Assine agora o plano digital e tenha acesso ilimitado da Gazeta do Povo no aplicativo tablet, celular e computador. E mais: o primeiro mês é gratuito sem qualquer compromisso de continuidade!

      Após o período teste,
      você paga apenas

      R$29,90
      por mês!

      Quero Experimentar
    VOLTAR AO TOPO