Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

sub-17

Com promessas do Atlético e cria do Coritiba, Brasil busca vaga em final do Mundial

  • Julio Filho
Lucas Halter, camisa 4, e Marcos Antônio, camisa 8, são titulares da seleção sub-17. | DIBYANGSHU SARKAR/AFP
Lucas Halter, camisa 4, e Marcos Antônio, camisa 8, são titulares da seleção sub-17. DIBYANGSHU SARKAR/AFP
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Com duas promessas do Atlético e uma cria da base do Coritiba , a seleção brasileira sub-17 enfrenta a Inglaterra, nesta quarta-feira (25), às 9h30, pela semifinal do Mundial da categoria, disputado na Índia. Na outra semi, a Espanha enfrenta Mali.

O zagueiro Lucas Halter e o volante Marcos Antônio, ambos do Furacão, são destaques da equipe comandada pelo técnico Carlos Amadeus. A dupla foi titular em todos os jogos na competição e já havia participado da conquista do Sul-Americano sub-17, no início do ano.

Natural de Salto, no interior de São Paulo, Halter tem 17 anos e 1,87m. Ele defende o time sub-19 do Atlético. Já o caso de Marcos Antônio, conhecido na base do Furacão como Marcos Bahia, chama a atenção pelo fato dele não possuir vínculo profissional com o Atlético.

Bahia tem apenas um contrato de formação com o Rubro-Negro, que dura apenas até o jogador completar 18 anos, em 13 de junho do ano que vem. Autor de um gol neste Mundial, o meio-campista vem chamando a atenção de outros clubes.

LEIA MAIS: Sem contrato com Atlético, destaque do Brasil sub-17 vira nova ‘joia’ do mercado

O Furacão, por sua vez, confia que eventuais interessados respeitem um “pacto”, firmado entre os clubes brasileiros em 2012, de não assediar atletas da base. O baiano mora atualmente no CT do Caju e recebe ajuda de custo de R$ 2,5 mil do Atlético.

Caso deixe o Furacão, Marcos Antônio pode seguir o exemplo do zagueiro Rodrigo Guth, revelado na base do Coritiba, mas que atualmente defende a Atalanta, da Itália. O Coxa negociou o garoto em agosto deste ano por cerca de R$ 2,5 milhões.

VEJA AQUI: Sem nunca jogar pelo Coxa, joia da base é vendida para Europa por valor milionário

Neste Mundial, entretanto, o ex-alviverde entrou em campo apenas uma vez, na vitória por 2 a 1 sobre a Espanha, na estreia do torneio. Ele substituiu justamente Lucas Halter, que se lesionou durante o jogo.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE