Assinaturas Classificados
Assinaturas

Publicidade
Natação

Cielo fecha Sul-Americano com ouro nos 100m livre

Marca de 48s70 é a terceira melhor do mundo no ano da prova

17/03/2012 | 21:12 |
  • Comentários

Cesar Cielo voltou a mostrar neste sábado que começa em grande fase a temporada em que vai buscar mais uma vez o título olímpico. No último dia de provas no Campeonato Sul-Americano em Belém, no Pará, o brasileiro venceu os 100 metros livre com o tempo de 48s70, o terceiro melhor do ano no mundo.

A meta do atual campeão e recordista mundial dos 100 metros em Belém era melhorar as marcas que ele havia feito no GP do Missouri, nos EUA, sua primeira competição do ano. Nos 50m borboleta e nos 50m livre, ele não apenas faturou a medalha de ouro, melhorando a marca, como também assumiu a liderança do ranking mundial em ambas as provas. Nos 100m livre, Cielo também cumpriu sua meta, uma vez que havia feito 49s51 no Missouri. Só não fez o melhor tempo do mundo.

Agora Cielo fica atrás apenas do australiano James Magnussen (48s05) e do norte-americano Michel Phelps (48s49). Bruno Fratus que chegou na segunda posição em Belém, fez o tempo de 49s69 e entrou no grupo dos 40 melhores do mundo.

Também neste sábado, Thiago Pereira faturou a medalha de ouro nos 400 metros medley, sua especialidade. Ele chegou a abrir mais de quatro segundos de vantagem sobre o equatoriano Esteban Salgado, mas cansou no fim e quase foi ultrapassado. O brasileiro marcou 4min24s49, apenas 48 centésimos à frente do rival. Para se ter uma ideia, a última parcial de Thiago foi pior que a de Joanna Maranhão, que venceu os 400m medley no feminino.

Nos revezamentos também só deu Brasil. Nos 4x100 medley, a equipe feminina brasileira marcou 4min10s50 para ficar com o ouro. Participaram da conquista Etiene Medeiros, Ana Carla Carvalho, Daynara de Paula, Larrisa Oliveira. Já no 4x100 livre masculino, Glauber Silva, Bruno Fratus, Cesar Cielo e Henrique Rodrigues conquistaram o ouro com o tempo de 3min20s07.

Mais um ouro para o Brasil veio nos 50m costas, prova não olímpica vencida por Daniel Orzechowski, com 25s56. Já garantida na Olimpíada, Graciele Hermann ficou com a prata nos 50m livre, com o tempo de 25s31, muito perto do índice de 25s20. A vitória ficou com Arlene Semeco, da Venezuela. Nos 200m peito, Henrique Barbosa cansou no final e permitiu a ultrapassagem do colombiano Jorge Valdés, que ficou com o ouro. Nos 1.500m, a vitória ficou com Cecilia Biagolli, da Argentina, que foi seguida pela brasileira Carolina Bilich.

      • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
      • QUEM MAIS COMENTOU
      Publicidade
      Publicidade
      «

      Onde e quando quiser

      Tenha a Gazeta do Povo a sua disposição com o Plano Completo de assinatura.

      Nele, você recebe o jornal em casa, tem acesso a todo conteúdo do site no computador, no smartphone e faz o download das edições da Gazeta no tablet. Tudo por apenas R$ 69,30 por mês no plano anual.

      SAIBA MAIS

      Passaporte para o digital

      Só o assinante Gazeta do Povo Digital tem acesso exclusivo ao conteúdo do site, sem nenhum custo adicional ou limite.

      Navegue com seu celular ou baixe todas as edições no tablet - um novo jeito de ler jornal onde você estiver.

      CLIQUE E FAÇA PARTE DESSE NOVO MUNDO

      »
      publicidade