Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

vovô-garoto

Com 50 anos, ex-coxa-branca Kazu renova contrato com clube no Japão

  • Julio Filho
Kazu segue jogando com 50 anos. | Divulgação
Kazu segue jogando com 50 anos. Divulgação
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Jogador mais velho em atividade no futebol profissional mundial, o atacante japonês Kazu, 50 anos, renovou contrato por mais um ano com o Yokohama FC, da segunda divisão japonesa, clube que defende desde 2005.

Esta será a 33.ª temporada profissional do jogador que foi ídolo do Coritiba no fim dos anos 80. No Alto da Glória, ele conquistou o Paranaense de 1989. Kazu chegou ao Brasil em 1982, quando ingressou na base do Juventus-SP, onde permaneceu até 1986.

Em seguida, peregrinou por clubes menores, como Matsubara, CRB e XV de Jaú, antes de chegar ao Alto da Glória, em 1989, quando foi projetado à fama, antes de brilhar no Santos.

>> PARANAENSE 2018: confira a tabela do Estadual

>> MERCADO DA BOLA: acompanhe o vai e vem de atletas nos principais clubes brasileiros

Em seguida, o japonês acumulou ainda passagens pelo Genoa, da Itália, e Croácia Zagreb, da Croácia, além de defender, no país natal, Verdy Kawasaki, Kyoto Purple Sanga, Vissel Kobe e o Yokohama FC, onde permanece.

“Assinei renovação de contrato para essa temporada. Eu sempre jogarei com meu coração e eu espero continuar a me desenvolver como jogador”, afirmou Kazu ao site oficial do clube. Na última temporada, o atacante fez 12 jogos e marcou um gol.

Relação com o Coxa

Mesmo distante, Kazu ainda acompanha o Coritiba. Em março de 2017, ele desejou feliz aniversário a Christian Kendji, lateral-esquerdo do sub-17 do clube que, pela ascendência oriental, tem justamente o apelido de Kazu – ou Kazuzinho, como é mais conhecido no Alto da Glória.

“Feliz aniversário, Kendji. Eu ainda não conheço você pessoalmente, mas quero conhecer futuramente quando visitar Curitiba”, disse o jogador em perfeito português em vídeo postado no Facebook do Coxa ao jovem que completou 17 anos no ano passado e vem figurando nas convocações da seleção brasileira de base.

“Bastante sucesso, bastante títulos no Coxa e muita boa sorte”, desejou o ídolo oriental, que afirmou à imprensa de seu país que pretende seguir jogando até os 60 anos, se tiver condições.

VEJA TAMBÉM:

>> COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JUNIOR: confira a tabela completa da competição

>> MERCADO DA BOLA INTERNACIONAL: siga a janela de transferências na Europa

>> LIBERTADORES: veja como ficaram os grupos e os duelos da fase preliminar

>> COPA SUL-AMERICANA: veja todos os confrontos do mata-mata continental

>> COPA DO BRASIL: confira o chaveamento completo do torneio

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE