Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Atlético PR

Fechar
PUBLICIDADE

justiça

Atlético vai cobrar danos morais e materiais da Federação pelo Atletiba

Torcedor do Atlético durant e protesto contra a gestão Hélio Cury: clube quer indenização da FPF. | Albari Rosa/Gazeta do Povo
Torcedor do Atlético durant e protesto contra a gestão Hélio Cury: clube quer indenização da FPF. Albari Rosa/Gazeta do Povo
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

O Atlético definiu que a derrota da Federação Paranaense de Futebol no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-PR) não é suficiente. A entidade foi punida com multa pela não realização do Atletiba do dia 19 de fevereiro.

Diante dos possíveis prejuízos causados pela não realização do clássico, suspenso por causa de jornalistas não credenciados à beira do gramado, o clube vai cobrar danos morais e materiais da FPF na esfera cível.

A informação foi confirmada nesta terça-feira (14) pelo advogado do Furacão, Luiz Fernando Pereira.

Já o Coritiba , outro interessado na ação, evita tratar do assunto. De acordo com a assessoria de imprensa do clube, a punição esportiva seria suficiente para a pretensão alviverde, mas a “política é de não revelar estratégias jurídicas e que o clube só fala nos autos”.

FPF é condenada a pagar multa na esfera esportiva

Na justiça desportiva, a FPF foi condenada a pagar R$ 20 mil por dar motivo para a suspensão do jogo . O dinheiro deve ser destinado ao Hospital Pequeno Príncipe - o pedido foi feito pela procuradoria, mas precisa ser acatado pelo presidente do órgão. Se isso não ocorrer, a própria FPF é a beneficiaria das penas pecuniárias do tribunal.

A entidade vai recorrer assim que publicado o acórdão, pois sustenta que o árbitro da partida não começou o jogo por causa das pessoas estranhas ao jogo dentro do campo. “A linha do TJD foi que não houve razoabilidade ao evitar o jogo, mas os árbitros que testemunharam foram claros ao dizer que haviam não credenciados, ou seja, invasores, à beira do campo. Por isso, a decisão de não iniciar o confronto”, sustenta o advogado

Os nove dirigentes de Atlético e Coritiba denunciados na mesma sessão foram absolvidos, assim como os representantes da arbitragem.

Siga a Gazeta do Povo e acompanhe mais novidades

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais