Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Paranaense

Goleiro Santos encara ‘prova de fogo’ pelo Atlético após punição a Weverton

  • Daniel Malucelli especial para a Gazeta do Povo
Santos será o responsável pela meta atleticana na reta final do Paranaense. | Albari Rosa/Gazeta do Povo
Santos será o responsável pela meta atleticana na reta final do Paranaense. Albari Rosa/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O goleiro Santos terá a responsabilidade de assumir a meta do Atlético na fase decisiva do Paranaense. Será a ‘prova de fogo’ da carreira do jogador de 27 anos, já que Weverton recebeu suspensão de oito jogos pela briga nas quartas de final contra o Paraná e está fora do Estadual.

Na vitória contra o Londrina, no jogo de ida da semifinal, Santos fez lindo lançamento no lance que originou o segundo gol rubro-negro, anotado por João Pedro. Na comemoração, o técnico Paulo Autuori saiu do banco apontando para o goleiro para apoiá-lo após as críticas que o arqueiro recebeu de torcida e imprensa no início da temporada. A volta contra o LEC será domingo (23), às 16 horas, no Estádio do Café e o Furacão tem vantagem do empate.

TABELA: Confira os confrontos do Paranaense 2017

Cria rubro-negra, Santos já tem sete temporadas como profissional, mas nunca foi o dono da posição. Em 2013, ganhou destaque na campanha do vice-campeonato paranaense com o time sub-23 utilizado pelo Furacão. Neste ano, são sete jogos como titular e três erros fatais na primeira fase do Estadual, que aumentaram a pressão sobre Santos.

O primeiro deles foi na 4.ª rodada, na derrota para o Prudentópolis. O goleiro se atrapalhou com o quique da bola no chute de longe e deixou passar o segundo gol adversário. Já no revés para o Foz do Iguaçu, na 6.ª rodada, outra falha . Santos furou ao sair jogando com os pés – seu ponto fraco –, perdeu a bola, e ainda cometeu o pênalti que foi convertido pelo time da Fronteira.

O terceiro deslize foi na estreia do time principal no Estadual, contra o J. Malucelli, na 9.ª rodada. Na cobrança de lateral do próprio Atlético, o goleiro titubeou na hora de chutar e deixou a bola entrar no gol sem tocar nela, cedendo o escanteio. Foi justamente no cruzamento que o Jotinha abriu o placar e a cabeçada ainda era defensável. Felipe Gedoz salvou a pele do goleiro e empatou o jogo.

Warleson, 20 anos, recém-promovido da base, seria a outra opção, mas que também foi suspenso pela briga contra o Paraná. A última opção é Lucas Macanhan, 22 anos, quarto goleiro do elenco atleticano.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE