Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

brasileiro

Vitória rebaixa a Ponte Preta e partida termina em confusão em Campinas

  • Folhapress
Policiais militares tentam conter invasão de torcedores durante Ponte Preta e Vitória | MATHEUS RECHE/ESTADÃO CONTEÚDO
Policiais militares tentam conter invasão de torcedores durante Ponte Preta e Vitória MATHEUS RECHE/ESTADÃO CONTEÚDO
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A Ponte Preta está rebaixada para a Série B do Brasileirão. Após marcar dois gols logo no início da partida, a equipe paulista teve um jogador expulso e viu o Vitória buscar a virada por 3 a 2, neste domingo (26), no Moisés Lucarelli. Restando 6 minutos para o término do tempo regulamentar, torcedores do clube de Campinas invadiram o gramado e deram início a uma confusão generalizada, fazendo com que o jogo fosse encerrado por falta de segurança.

A partida foi interrompida aos 39 min do 2º tempo, com os torcedores invadindo o gramado pouco depois do gol da virada do Vitória, marcado por Tréllez. Dezenas de homens quebraram uma grade do estádio e correram para cima dos jogadores, que conseguiram fugir para o vestiário. O goleiro Aranha foi o único que ficou em campo e conversou com alguns torcedores.

A Polícia Militar entrou em campo e conseguiu conter os torcedores, mas precisou usar cassetete e balas de efeito moral. Cenas lamentáveis, com pais tentando proteger os filhos, pessoas correndo e confusão dentro e fora do estádio. A arbitragem aguardou o término da confusão para definir se a partida continuaria ou não, mas optou por terminar o confronto.

O JOGO

A Ponte foi muito superior no começo do jogo e fez dois gols em 15 minutos. Aos 6min, Lucca abriu o placar após uma falha da defesa do Vitória. Danilo ampliou em cobrança de pênalti aos 15min. Mas logo depois Rodrigo foi expulso em um lance inusitado, por ter dado dedadas entre as nádegas de Tréllez. O quarto árbitro viu, falou com o juiz Ricardo Marques Ribeiro e mostrou o cartão vermelho.

Depois disso, naturalmente o Vitória passou a Ponte, criou chances de gol, mas Aranha começou a brilhar. Aos 45min, ele fez duas defesas difíceis consecutivas.

No 2º tempo, a Ponte tentou organizar uma retranca, mas o Vitória conseguiu superá-la com dois gols que saíram em um espaço de dois minutos. Após cobrança de escanteio, Danilinho desviou a bola, e André Lima finalizou para o gol de cabeça.

Logo depois saiu o segundo gol. Tréllez aplicou um bonito drible na frente da área e chutou para o gol. A bola desviou em Luan Peres e encobriu Aranha.

Depois disso, a pressão do Vitória só aumentou, mas o time desperdiçou três boas chances. O lance da vitória só aconteceu aos 36min, quando Tréllez balançou a rede de novo.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE