Futebol

Fechar
PUBLICIDADE

Trânsito

Com sinais de embriaguez, Richarlyson tem a carteira apreendida em Belo Horizonte

Volante do Atlético-MG foi parado por policiais que o viram em alta velocidade e com os faróis de seu Porsche Cayenne apagados

 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do jogador Richarlyson, do Atlético-MG, foi apreendida durante a madrugada deste domingo, em Belo Horizonte. Após a vitória contra o Náutico, na noite de sábado, pelo Campeonato Brasileiro, o volante dirigia o seu Porsche Cayenne na Avenida Olegário Maciel em alta velocidade e com os faróis apagados. Isso chamou a atenção dos policiais que realizavam uma blitz da Lei Seca na região.

Abordado, Richarlyson apresentou sinais de embriaguez e se recusou a fazer o teste do bafômetro. Além disso, se recusou a ir até o Instituto Médico Legal para realizar o exame de sangue e assumiu que havia consumido bebida alcoólica antes de dirigir. Encaminhado para o Detran-MG, ele levou multa e teve a CNH apreendida.

O fim de semana realmente não foi bom para Richarlyson. Titular do Galo, ele foi sacado ainda no primeiro tempo pelo técnico Cuca, para dar lugar a Serginho. Depois, o treinador indicou descontentamento com o trabalho do volante.

“Trocamos um jogador no primeiro tempo, um jogador importante, experiente, maduro, como o Richarlyson. Não é de agrado do treinador, mas se fez necessário. Ele estava jogando na parte direita e não estava ocorrendo o que a gente queria, que era a saída com força, e tão pouco a marcação. A gente tem de tomar uma medida, não adianta esperar o segundo tempo. Mas nada contra o Richarlyson, são medidas que a gente, às vezes, tem de tomar”, explicou o treinador.

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais