Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

paranaense

Alan Santos cita Leicester como inspiração para Coritiba se reerguer

Volante coxa-branca não quer ver o Coxa brigando novamente contra o rebaixamento no Brasileirão e coloca atual campeão inglês como exemplo

  • Patricia Bahr, especial para a Gazeta do Povo
Alan Santos pede que Coritiba deixe perda do título paranaense para trás para se concentrar no Brasileiro. | Henry Milleo/Gazeta do Povo
Alan Santos pede que Coritiba deixe perda do título paranaense para trás para se concentrar no Brasileiro. Henry Milleo/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A derrota por 2 a 0 para o rival Atlético em pleno Couto Pereira, neste domingo (8), trouxe ao Coritiba o discurso de “juntar os cacos” para se reconstruir na temporada.

Para buscar inspiração, o volante Alan Santos usou o exemplo do futebol inglês e as recentes lições de superação mostrada pelo atual campeão na Inglaterra.

“Vamos pegar o exemplo do Leicester, time que no passado estava brigando para não cair, a mesma coisa que a gente”, disse, lembrando as últimas campanhas alviverdes no Brasileiro, nas quais o time lutou contra a queda até as últimas rodadas. “Não podemos só brigar contra o rebaixamento”, completou.

O mesmo recado veio do atacante Kléber, artilheiro do Paranaense com 13 gols, mas que passou em branco nos dois jogos finais contra o Atlético e também não balançou as redes em nenhum clássico na competição – não marcou tanto nos Atletibas quanto no clássico contra o Paraná.

“Fica a lição de que não dá para errar tanto como foi na final. Se a gente errar assim no Brasileiro, vamos fazer um campeonato muito ruim”, alertou.

Vice-campeão paranaense por dois anos seguidos, o Coritiba não traz um bom saldo recente em finais. Na soma dos quatro jogos decisivos, dois em 2015 e mais dois este ano, foram dez gols sofridos e nenhum marcado. Ano passado, contra o Operário, o Coxa perdeu por 2 a 0 em Ponta Grossa e 3 a 0 no Couto Pereira. Este ano, perdeu o Atletiba na Baixada por 3 a 0 e mais 2 a 0 no Couto.

Minimizando o revés contra o maior rival, o artilheiro coxa-branca disparou que “Estadual não é parâmetro”, mas culpou a atuação na Arena como fator decisivo para a perda do título.

“[Devido ao placar desfavorável] tivemos que nos abrir logo no início e, ao se expor contra um time qualidade, você acaba correndo muitos riscos e assim tomamos os dois gols”, concluiu Kléber.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE