Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

PARANANESE

Destaque na vitória do Paraná, Nathan explica estilo “cachorrão”

Nathan imita um cachorro fazendo xixi na bandeirinha após marcar o gol paranista | Foto: reprodução/RPC
Nathan imita um cachorro fazendo xixi na bandeirinha após marcar o gol paranista Foto: reprodução/RPC
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Autor do primeiro gol na vitória de 2 a 1 do Paraná sobre o Cascavel neste domingo (12), fora de casa, Nathan repetiu na comemoração a marca registrada de sua carreira: o “cachorrão”. Após o jogo, válido pela sétima rodada do Paranaense, o atacante de 23 anos explicou a origem da comemoração e que quer estar relacionado também com a equipe titular.

Quando começou a carreira, nas categorias de base do Internacional, Nathan foi apelidado pela avó de cachorro. E quando fez o gol de um título, o jogador saiu imitando o animal, caminhando até a marca do escanteio. “Quando eu não fazia gol, o ‘cachorro’ não ganhava ‘ração’ na casa da minha vó. Até que eu fiz um gol na final e sai caminhando. Daí todo mundo chamou de Nathan cachorrão e pegou”, explicou.

TABELA: Veja a classificação do Paranaense

Nathan disse que nunca tomou um cartão amarelo pela atitude e que sempre extravasou o momento do gol dessa forma. Apesar de ter sido clássico ‘camisa 9’ na base, o atacante se reinventou e começou a atuar pelo lado do campo. “Subi para o profissional em 2013 com o Dunga. Na época o time tinha jogadores como Forlán, Leandro Damião e Rafael Moura no ataque e me adaptei a jogar pelas beiradas. Mas não deixei de fazer a comemoração no profissional”, explicou.

O atacante saiu de campo contra o Cascavel com 34 minutos do segundo e, a princípio, preocupava a comissão por estar sentindo dores na coxa. Porém, o atleta tranquilizou a todos após a partida e disse estar torcendo para ser relacionado contra o jogo de quinta-feira (16), contra o ASA, na Copa do Brasil.

“Com o cansaço do jogo, o gramado pesado e a chuva, senti uma cãimbra. Mas não foi nada demais e estou preparado para os próximos jogos. Vamos esperar o que o professor acha também porque o elenco é muito forte e todos tem capacidade para ajudar o Paraná”, completou o ‘cachorrão’.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE