Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

série b

Paraná espera ganhar ‘cara’ de Martelotte em semana livre para treinos

Tricolor jogou contra o Avaí na terça-feira (5) e só volta a campo na próxima terça (12), diante do Paysandu, na Vila Capanema

  • Julio Filho
Em 19 dias, Martelotte comandou o time em seis partidas, média de um jogo a cada três dias. | Albari Rosa/Gazeta do Povo
Em 19 dias, Martelotte comandou o time em seis partidas, média de um jogo a cada três dias. Albari Rosa/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O elenco do Paraná espera que os sete dias livres para treinamentos entre o empate com o Avaí, na última terça-feira (5), e o duelo com o Paysandu, na próxima terça (12), às 21h30, na Vila Capanema, sirvam para o time adquirir a ‘cara’ do técnico Marcelo Martelotte.

CURTA a página Meu Paraná, Meu Tricolor no Facebook

“A gente estava precisando disso. Principalmente quando nosso treinador quer colocar a maneira como ele joga em campo, a sua filosofia”, afirma o goleiro Marcos. “Ultimamente, com a logística de treinamentos e jogos, tem sido só na base da conversa. E agora a gente vai ter esse tempinho, é muito importante”, avalia.

Ainda segundo o arqueiro, apesar de não ter tido tempo para treinar o time, Martelotte tem méritos na sequência de cinco partidas do Tricolor sem perder na Segundona.

SIGA a Gazeta Esportiva no Twitter

“É um treinador tranquilo. Procurou dar muita força e moral para o grupo naquele momento mais complicado e fez com que o grupo acreditasse na nossa qualidade”, diz Marcos. Martelotte assumiu o Paraná após a derrota por 5 a 1 para o Náutico, pela 8.ª rodada, que culminou na demissão de Claudinei Oliveira.

O atacante Lúcio Flávio reforça o discurso de Marcos. “Desde que ele [Martelotte] chegou, ele não teve esses dias para trabalhar. Agora a gente vai evoluir mais, em termos de jogadas, entrosamento, com certeza vai fazer uma diferença para o próximo jogo”, confia. “Faz um ótimo trabalho, é uma excelente pessoa, passou uma confiança muito grande para o nosso grupo”, reforça.

Desde sua apresentação no clube, no dia 16 de junho, Martelotte passou por uma maratona de jogos. Em 19 dias, comandou o time em seis partidas da Série B — média de um jogo a cada três dias. Até o momento, obteve três vitórias, dois empates e uma derrota. O Tricolor é o quinto colocado da disputa, com 24 pontos, um a menos do que o CRB, que abre o G4.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE