Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

série b

Paraná perde para rebaixado na Vila e se despede de forma melancólica de 2016

  • Daniel Zanella, Especial para a Gazeta do Povo
Tupi comemora o primeiro gol na Vila Capanema. Despedida melancólica de 2016. | Hugo Harada/Gazeta do Povo
Tupi comemora o primeiro gol na Vila Capanema. Despedida melancólica de 2016. Hugo Harada/Gazeta do Povo
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Em um jogo tecnicamente fraco e com o pior público da Vila Capanema do ano (598 pagantes, 1.262 total), o Paraná perdeu para o Tupi por 2 a 0 na noite desta sexta-feira (25), se despedindo melancolicamente da Série B e de 2016. Os gols da partida foram marcados por Rodrigo Lobão e Marcos Serrato- este revelado pelo Tricolor-, ambos no segundo tempo.

LANCE A LANCE: Veja como foi Paraná x Tupi

O resultado deixou o Paraná com 41 pontos em 38 jogos e apenas na 15.ª posição. A pontuação é a pior do Tricolor na Segundona desde 2008. No ano passado, em seu campeonato mais fraco até então, o time da Vila Capanema somou 47 pontos. Já o rebaixado Tupi fechou a campanha com 33 pontos, na antepenúltima posição - o também rebaixado Bragantino pode ultrapassar a equipe de Juiz de Fora no complemento da rodada

TABELA: Veja como está a classificação da Série B

O jogo foi um retrato fiel da péssima temporada de ambas as equipes, com o agravante das péssimas condições do gramado e as chuvas que assolaram Curitiba durante o dia. Com muitos chutões, muitas faltas, pouca criação ofensiva e vivendo de lampejos individuais, o Paraná foi um pouco mais organizado e até teve chances de abrir o placar com Alesson no primeiro tempo. O Tupi, que teve mais posse de bola, tentou algumas jogadas pelas laterais, com Luiz Paulo e Henrique, mas não chutou ao gol. A única defesa do goleiro Hugo, substituindo Marcos, foi em um cabeceio sem perigo.

Na segunda etapa, o jogo ficou ainda mais morno e muito truncado no meio de campo. O Tupi seguiu não sabendo o que fazer com a bola, o Paraná permaneceu errando muitos passes nas tentativas de contra-ataque. Contudo, com a piora do Tricolor em campo, o Tupi aproveitou a chance que teve no escanteio e abriu o placar, em um lance que o time paranista reclamou de falta em Leandro Vilela.

Com o resultado adverso, o Paraná tentou atacar, mas no contra-ataque os visitantes definiram o placar. Na arquibancada, a torcida já protestava com a faixa estendida na Reta do Relógio com os seguintes dizeres: “Nenhuma vitória irá superar a humilhação que estão nos fazendo passar. Primeira Divisão já!”

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2016/11/25/Esportes/Imagens/Vivo/Paraná xTupi - HH (15).jpg
Hugo Harada/Gazeta do Povo

Novamente, o Paraná foi escalado com vários garotos pelo técnico interino Fernando Miguel. O meia Alesson, o goleiro Hugo, os atacantes Leandro Vilela e Rafael Furtado, e o volante Jhony começaram jogando. No segundo tempo, Rafael Furtado deu lugar para Yan Philippe, também da base, e Jhony saiu para a entrada de Gabriel Furtado, irmão gêmeo de Rafael. As substituições pouco influenciaram no ritmo do jogo.

Confira quem foram os destaques da partida:

Craque

Diego Tavares

O lateral-direito paranista foi o jogador mais lúcido em campo, com algumas arrancadas, bons cruzamentos e posicionamento defensivo eficiente.

Bonde

Pitty

O inseguro zagueiro se posicionou mal na maior parte do jogo e ainda escapou de ter um pênalti marcado após tocar com a mão na bola dentro da área.

Guerreiro

Nadson

Com algumas tentativas de organizar o ataque paranista, Nadson provou que ainda pode ser útil no elenco do Paraná

Gol

2º tempo

0 x 1 (26 min) – Sem marcação, Rodrigo Lobão cabeceia dentro da área, sem chance para o goleiro Hugo.

0 x 2 (38 min) – Em contra-ataque, Marcos Serrato toca na saída de Hugo e define o placar.

Chave do jogo

Esquema tático retranqueiro

O técnico-interino Fernando Miguel optou por colocar uma equipe mais defensiva, à espera das propostas de ataque do horrível time do Tupi, rebaixado e sem qualquer atacante de ofício. Com os dez marcando atrás da bola, só houve jogo em alguns contra-ataques paranistas. No segundo tempo, o Tupi pressionou mais e fez o resultado.

Cartões

Amarelos: Bruno e Renan (Tupi); Leandro Vilela (Paraná)

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE