Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

mma

UFC promete fazer de tudo para ter Anderson Silva e Shogun no octógono da Arena da Baixada

  • Fernando Rudnick
Rodrigo Minotauro, embaixador do UFC, o presidente Giovani Decker e Mario Celso Petraglia posaram para foto na Arena | Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
Rodrigo Minotauro, embaixador do UFC, o presidente Giovani Decker e Mario Celso Petraglia posaram para foto na Arena Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O UFC 198, marcado para 14 de maio, em Curitiba, tem nove combates confirmados até o momento, mas a direção do evento ainda tenta incluir duas lendas locais no card de lutas.

Em visita à capital paranaense nesta quinta-feira (10), o diretor-geral do campeonato, Giovani Decker, afirmou que pretende adicionar os curitibanos Anderson Silva e Maurício Shogun Rua na maior edição brasileira do UFC. A luta principal na Arenda da Baixada será entre o gaúcho Fabrício Werdum e o americano Stipe Miocic pelo título dos pesados (até 120 kg).

O evento desta quinta na Arena contou com a participação de Rodrigo Minotauro, embaixador do UFC, e o presidente do Conselho Deliberativo do Atlético, Mario Celso Petraglia.

A inclusão do Spider, que lutou pela última vez no fim de fevereiro, contudo, é menos provável. “Até o final vamos tentar trazer o Anderson. Ele está a fim de lutar, nós também queremos. Mas está difícil achar um adversário do nível do Anderson, um cara lendário. Pensamos em todas as hipóteses possíveis. Só que não dá para botar em qualquer luta”, afirmou Decker.

Como não se apresenta em Curitiba há 14 anos, a vontade e insistência do ex-campeão dos médios (até 84 kg) podem acelerar um possível desfecho positivo.

No caso de Shogun, a situação é bem diferente. O curitibano enfrentaria Rashad Evans no próximo dia 16 de abril, nos Estados Unidos, mas se lesionou nessa semana. Caso se recupere rapidamente, é muito provável que o ex-campeão dos meio-pesados (até 93 kg) realize o sonho de competir em sua cidade natal.

“Tínhamos praticamente desistido porque o Shogun tinha compromisso com a Fox, era o co-main event [segundo evento principal] de um evento de tevê aberta nos Estados Unidos. Tínhamos praticamente abdicado do nome dele. Agora reacendeu tudo de novo. Se a lesão for pequena, vamos com tudo para trazer o Shogun”, revelou Decker.

Shogun diz que lesão é pequena

Ao site do UFC, Shogun deixou claro que pretente voltar ao octógono ainda no primeiro semestre e que sua lesão foi pequena. O lutador nunca escondeu a vontade de atuar diante da torcida curitibana.

“Infelizmente sofri uma pequena lesão semana passada durante os treinamentos. Foi o suficiente para me impossibilitar de lutar daqui a um mês. Já estou me recuperando, e espero voltar ao octógono em breve, se possível ainda no primeiro semestre. Peço desculpas aos fãs que esperavam minha luta. Lesões fazem parte do esporte, logo estarei em ação de novo”, escreveu o brasileiro.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE