transferências

Mercado da bola 2018: o vai e vem nos principais clubes brasileiros

PUBLICIDADE

Veja abaixo as principais contratações e vendas dos clubes brasileiros para a temporada de 2018. Você pode filtrar o vai e vem do mercado por time ou por status da negociação.

O monitoramento é feito em tempo real e leva em consideração a confirmação do clube para decretar a contratação de forma oficial.

A seleção do gráfico abaixo pode ser por clube ou status da negociação.

>> MERCADO INTERNACIONAL: siga também a janela de transferências da Europa

>> COPA SUL-AMERICANA: confira a tabela

>> COPA DO BRASIL: confira a tabela

>> LIBERTADORES: confira a tabela

>> COPA SP DE FUTEBOL JUNIOR: confira a tabela

[Clique para ampliar] Infográficos Gazeta do Povo

***

Abaixo, algumas listas relacionadas ao mercado da bola divididas por critérios econômicos e de fama: idade, preço, aposta, esquecido, mercado sul-americano...

Confira na íntegra ou escolha pelo índice.

>> Veja quem são os 10 jogadores mais cobiçados do mercado nacional

>> Bons e baratos! Veja 10 opções de reforços para clubes com baixo orçamento

>> Um time de trintões: onze veteranos livres no mercado da bola 2018

>> Veja quem são os dez gringos mais promissores do mercado da bola 2018

>> Veja 10 jogadores ‘esquecidos’ que são uma boa opção para o seu time em 2018

***

>> Veja quem são os 10 jogadores mais cobiçados do mercado nacional

Com o fim do Brasileirão, os clubes correm para contratar reforços para a próxima temporada. O calendário do futebol nacional será mais apertado no ano que vem por causa da Copa do Mundo e o tempo é curto para fechar contratações.

Listamos abaixo os 10 jogadores mais cobiçados pelas equipes brasileiras nesse fim de ano.

Zé Rafael

O meia do Bahia, uma das principais revelações do Brasileirão 2017, é a bola da vez entre os clubes paulistas. Corinthians e Santos disputam o jogador de 24 anos. O Palmeiras também monitora a negociação. Zé Rafael é formado pelo Coritiba e teve passagem de destaque pelo Londrina, entre 2015 e 2016. No Bahia, ele tem contrato até 2020 e o clube faz jogo duro para vendê-lo.

Pablo

O defensor de 26 anos não acertou a renovação com o Corinthians e ficou de fora até do jogo da comemoração do título brasileiro. O Flamengo apareceu como o primeiro destino, mas o Palmeiras também deseja reforçar seu sistema defensivo com a presença do zagueiro.

Bruno SIlva

O volante fez um grande Campeonato Brasileiro, mas entrou em conflito com a torcida do Botafogo. Na reta final da Série A, foi substituído e fez gestos para as arquibancadas indicando que estava indo embora. Internacional e Cruzeiro lutam para contratar o jogador de 31 anos que marcou seis gols no Nacional. Ele tem contrato até o fim de 2018.

Gustavo Scarpa

São Paulo, Corinthians e Cruzeiro monitoram a revelação de Xerém. O meia de 23 anos tem vínculo com o Fluminense até 2020, mas o clube carioca está disposto a vender o jogador. A pedida gira em torno de seis milhões de euros (R$ 23 milhões) por 40% dos direitos. Com 12 assistências, ele foi o principal garçom do Brasileirão.

Lucca

A Ponte Preta foi rebaixada, mas o atacante de 27 anos se destacou com 13 gols no Nacional. O jogador estava emprestado e pertence ao Corinthians, que pode usá-lo como moeda de troca no mercado. O São Paulo tem interesse.

Tréllez

O colombiano foi um dos responsáveis por salvar o Vitória da degola na Série A. Com contrato até o final da próxima temporada, ele balançou as redes 10 vezes, mesmo chegando ao clube baiano apenas na 15.ª rodada. Corinthians e São Paulo são os favoritos para assinar com o atacante de 27 anos.

Zeca

O lateral pode jogar tanto da esquerda quanto na direita e entrou na Justiça para sair do Santos. Revelado pelo Peixe, o jogador de 23 anos – campeão olímpico na Rio-2016 – pediu a rescisão do contrato judicialmente. Corinthians, Palmeiras e São Paulo aguardam o desfecho da novela para contratá-lo.

Marcos Rocha

Pretendido pelo Palmeiras, o lateral de 28 anos pode deixar o Atlético-MG depois de 12 anos. Ídolo do Galo, ele tem vínculo até dezembro de 2018. O São Paulo também demonstrou interesse.

Gilberto

Apesar de ter sido reserva no São Paulo, o atacante de 28 anos está valorizado. Como ele não acertou a renovação com o Tricolor paulista, está sendo cobiçado por Botafogo, Santos e Corinthians. Neste ano, Gilberto anotou 13 gols.

Carlos Eduardo

Revelação do Goiás, o atacante é o único da lista que está na Série B. Aos 21 anos, Carlos Eduardo desperta o interesse de Flamengo e São Paulo. Veloz, ele anotou 12 gols em 2017. Em outubro, a pedida do Esmeraldino foi de seis milhões de euros (R$ 23 milhões) por 100% dos direitos do jovem.

***

>> Bons e baratos! Veja 10 opções de reforços para clubes com baixo orçamento

O mercado da bola está fervendo neste mês de dezembro e selecionamos 10 opções de jogadores considerados mais acessíveis financeiramente e que podem reforçar os clubes sem investimentos milionários. Confira a lista.

Renatinho – Paraná

O meia de 25 anos foi o destaque do acesso do Paraná na Série B. Na temporada, ele balançou as redes 18 vezes. O jogador pertence ao Mirassol. O Tricolor paranaense quer a permanência do atleta, mas esbarra na concorrência de clubes do exterior e sondagens de outras equipes da Série A.

Artur – Palmeiras

O jovem atacante de 19 anos se destacou pelo Londrina, campeão da Primeira Liga e 5º colocado na Série B. A promessa tem vínculo com o Palmeiras e retornou ao Palestra Itália. Mas com a concorrência pesada no estrelado elenco alviverde, há a possibilidade do jogador ser emprestado novamente.

Rodrigão – Santos

O atacante de 24 anos está encostado no Santos e deve ser negociado. Ele se destacou em 2016, quando foi o principal goleador do país na temporada. No Brasileiro deste, atuou pelo Bahia e fez cinco gols em 14 jogos. Porém, o jogador foi dispensado ter um vídeo vazado em que ele apareceu bebendo cerveja às vésperas do clássico frente ao Vitória.

Arthur Caíke – Chapecoense

Apesar de ter sido comprado em definitivo pela Chape em outubro, o atacante de 25 anos não é considerado um jogador caro no mercado. No Brasileirão, ele anotou oito gols na campanha que levou o clube catarinense à Libertadores. Desta lista, é quem tem a negociação mais complexa justamente por ter ampliado o vínculo recentemente com o time de Chapecó.

Rildo – Coritiba

O atacante teve seu contrato encerrado com o Coritiba e não ficará no Alto da Glória. Foi contratado pelo Vasco. No Brasileirão, ele anotou seis gols e recuperou a forma física após duas temporadas em que sofreu muito com as lesões. No Nacional, também foi o segundo atleta que mais sofreu faltas ao longo da competição.

Iago Maidana – Paraná

O zagueiro de 21 anos tem contrato com o São Paulo prestes a vencer (até maio de 2018) e está sendo disputado por Paraná e Bahia. Com 1,95 m, o defensor tem o jogo aéreo como ponto forte. Na Segundona, ele balançou as redes cinco vezes. No São Paulo, a polêmica transação que derrubou o presidente Carlos Miguel Aidar ainda repercute nos bastidores e dificulta um possível retorno do atleta ao Morumbi.

Edson – Bahia

O volante de 26 anos teve uma temporada regular no Bahia. Foi um dos principais ladrões de bola do Brasileirão. Ele está emprestado pelo Fluminense e não é um jogador com ‘grife’ no mercado. É uma boa opção para equipes que buscam um ‘cão de guarda’ no meio de campo.

Renato Cajá – sem clube

O meia de 33 anos teve uma temporada apagada na Ponte Preta. A Macaca foi rebaixada para a Série B e Cajá acabou dispensado. Pode ser útil para compor elenco ou ser titular em equipes que disputam a Segundona.

Léo Gamalho – sem clube

O atacante de 31 anos foi mais um do ‘pacotão’ de dispensados da Ponte Preta no final do ano. Nesta temporada, ele jogou em Campinas e também no Goiás. Sem clube, o jogador é uma opção para quem busca um centroavante bom no jogo aéreo. Está perto do São Bento, de São Paulo.

César – Londrina

O goleiro de 22 anos foi o destaque do título do Londrina na Primeira Liga. Ele defendeu cinco pênaltis somando as atuações na semifinal e na decisão que deu o caneco ao Tubarão. César foi especulado no Palmeiras, mas até o momento a transação não se concretizou. Tem contrato até 2020 no LEC.

***

>> Um time de trintões: onze veteranos livres no mercado da bola 2018

Os clubes brasileiros estão reforçando os elencos para 2018 e muitos optam por investir em jogadores para agregar experiência ao grupo. Listamos 11 atletas com mais de 30 anos que estão livres no mercado da bola. Confira as opções.

Robinho

O atacante de 33 anos teve bons momentos no Atlético Mineiro, mas terminou o ano em meio a um polêmica extracampo: foi condenado a nove anos de prisão na Itália por um acaso de estupro coletivo em 2013, quando defendia o Milan. Já anunciou que não fica no Galo e entrou na mira do Santos. Por enquanto, está sem clube.

Emerson Sheik

O veterano atacante de 39 anos defendeu a Ponte Preta na campanha que acabou com o rebaixamento para a Série B do Brasileirão. Apesar das limitações físicas por causa da idade, o goleador ainda pode ser uma boa opção para 2018. Pesa contra o alto salário exigido pelo atleta.

André Lima

O atacante de 32 anos defendeu o Vitória em 2017, anotando 15 gols em 44 jogos. Ele foi o artilheiro do Campeonato Baiano, na campanha da conquista do título. Após o fim do Brasileirão, não teve o vínculo renovado e inclusive já se despediu da torcida. Está livre no mercado.

Cristian

O volante de 34 anos fez parte do elenco do Corinthians campeão brasileiro e do Grêmio campeão da Libertadores. Mas só compôs o grupo, sem entrar em campo uma única vez pelas equipes nessas disputas. Ao todo, somou cinco partidas em 2017, todas pelo time gaúcho, na Série A. No final de dezembro, fica sem vínculo.

Leandro Donizete

Cão de guarda no meio de campo, o volante de 35 anos não faz parte dos planos do Santos para 2018. Ele tem contrato com o Peixe até 2019, mas terá de buscar outra equipe para atuar. Ele somou somente 22 jogos na Baixada Santista, sendo 12 como titular. Pesa contra o alto salário, que gira em torno dos R$ 300 mil.

Lucho González

O veterano argentino de 36 anos está livre após não ter o contrato renovado pelo Atlético. Ele ainda não revelou se vai se aposentar ou continuar jogando. No total, defendeu o Furacão em 46 oportunidades e fez seis gols. Caso siga a carreira dentro das quatro linhas, é um bom reforço livre no mercado da bola.

Jailson

O goleiro de 36 anos ainda tem mais um ano de contrato com o Palmeiras, mas deve ficar ainda mais sem espaço com a renovação de Fernando Prass e a chegada de Weverton, do Atlético. Com isso, Jailson pode ser opção de empréstimo para equipes que buscam um arqueiro experiente em 2018.

Maicon

Com passagens por Roma, Inter de Milão e longa carreira na seleção brasileira, o lateral-direito de 36 anos defendeu o Avaí no último Brasileirão, tendo atuação instável na campanha que terminou no rebaixamento do time. Foram somente nove jogos em 2017. O contrato dele com os catarinenses terminou e ele está livre no mercado para assinar com outra equipe.

Renato Cajá

O meia de 33 anos fez parte do elenco da Ponte Preta que foi rebaixado no Brasileirão., mas não repetiu as boas atuações de temporadas anteriores na própria Macaca. Com a queda para a Série B, pode ficar sem espaço por causa do alto salário e disponível para acertar com outro clube. No total, fez 25 jogos pela Ponte, marcando somente um gol.

Thiago Ribeiro

O atacante de 31 anos travou uma batalha recente contra a depressão. Até por isso, atuou poucas vezes nas duas últimas temporadas: foram 23 jogos pelo Bahia, em 2016, e outros 22 pelo Santos, em 2017. Nestes dois anos, somou quatro gols. Apesar da instabilidade na carreira, tem qualidade comprovada e pode dar a volta por cima em 2018.

Pierre

O volante baiano de 35 anos deixou o Fluminense após o Brasileirão. Em 2017, sofreu muito com lesões, passou por uma cirurgia no tornozelo e entrou em campo somente oito vezes. Na reta final do ano, esteve à disposição do técnico Abel Braga. O veterano defendeu o Paraná entre 2003 e 2006 e ainda não decidiu seu futuro.

***

>> Veja quem são os dez gringos mais promissores do mercado da bola 2018

A contratação de estrangeiros tem sido constante nos times brasileiros. O Brasileirão 2017 contou com 58 jogadores nascidos fora do país. Apenas o lanterna Atlético-GO não tinha nenhum gringo no elenco.

Com o mercado da bola a pleno vapor em dezembro, listamos dez jogadores sul-americanos que chamaram a atenção neste ano e podem pintar no futebol brasileiro em 2018. Confira a lista:

Fabricio Bustos – lateral direito do Independiente

Com 21 anos, Bustos é uma das revelações da Argentina. Finalista e segundo melhor passador da Sul-Americana com o Independiente, ele foi recompensado por suas atuações com a convocação de Jorge Sampaoli para as duas últimas partidas da Argentina nas Eliminatórias. Com grande potencial, o jovem atleta tem contrato até 2019 e um valor de mercado de 4 milhões de euros.

Diego Polenta – zagueiro do Nacional-URU

Com 23 anos e passagem pelo futebol italiano, Polenta foi um dos responsáveis pelo ótimo desempenho defensivo do Nacional na fase de grupos da última Libertadores. O time uruguaio sofreu apenas três gols nas seis partidas disputadas, mas acabou eliminado nas oitavas de final pelo Botafogo.

Com contrato até julho do ano que vem, ele já foi monitorado por Internacional, Grêmio e Flamengo. Atualmente, ele tem valor de mercado de 2,75 milhões de euros.

Alejandro Chumacero – volante The Strongest

O volante é o motor do The Strongest, da Bolívia, e impressiona pela chegada ao ataque. Mesmo eliminado nas oitavas de final da Libertadores, Chumacero terminou a competição como vice artilheiro - foram 8 gols anotados, assim como Luan, do Grêmio, e Ignácio Scocco, do River Plate.

Destaque da equipe nos últimos anos, ele quase fechou com o Goiás em julho deste ano, mas acabou frustrando os esmeraldinos. Com sondagens do México, Chile e Argentina, o meia de 26 anos tem um valor de mercado entre R$ 3,2 milhões e R$ 6,5 milhões, segundo o presidente do clube boliviano.

Alejandro Silva – meia do Lanús

O lateral-direito mostra polivalência e atua também no meio campo. Foi vice-líder em assistências da Libertadores, disputa que valorizou o uruguaio. Avaliado em 2 milhões de euros, o jogador de 28 anos têm uma boa experiência internacional. Além dos argentinos, atuou no Fênix e no Peñarol no seu país de origem, e no Olímpia, do Paraguai. O atleta é especulado no Internacional.

Juan Quintero – meia do Independente Medellín

Com 24 anos, o jogador do Independente Medellín pertence ao Porto, de Portugal. Sem vingar na Europa, ele voltou para a Colômbia, onde é um dos maiores destaques do campeonato nacional. Canhoto e muito habilidoso, ele tem um valor estimado por volta de 3,5 milhões de euros.

Jorge Rojas – meia do Cerro Porteño

Líder de assistências na Sul-Americana, Rojas marcou um dos gols na final que consagrou o Cerro Porteño campeão do Clausura desta temporada. Aos 29 anos e com passagem pelo futebol de Portugal (Belenenses e Benfica), Rojas é o jogador dessa lista com valor de mercado mais baixo: 1 milhão de euros.

Jonatan Álvez – atacante Barcelona-EQU

O jogador de 29 anos defendeu sete times no Uruguai e se transferiu para o Vitória de Guimarães, de Portugal. Sem cumprir as expectativas, foi para o Equador. Neste ano, balançou as redes contra Palmeiras e Santos, despachando os brasileiros na Libertadores.

Forte fisicamente e com boa finalização, Álvez ganhou destaque pelas suas atuações e se tornou alvo dos clubes brasileiros – o Santos já mostrou interesse pelo atleta e chegou a ter negociações adiantadas com o Barcelona de Guayaquil. Entretanto, o valor necessário para contratá-lo gira em torno de 2,2 milhões de euros.

Nicolás Blandi – atacante do San Lorenzo

Aos 27 anos, fez cinco gols em dez partidas disputadas na última Libertadores. Na temporada 17/18, ele já marcou oito vezes em 14 jogos. Porém, qualquer clube teria que desembolsar cerca de 4,8 milhões de euros para tirar o ‘delantero’ do San Lorenzo.

Lautaro Acosta – atacante do Lanús

Destaque do time vice-campeão da Libertadores, Acosta deu muito trabalho para as defesas adversárias - com 41 faltas sofridas, ele foi o jogador mais caçado da competição. Rápido e habilidoso, o atacante tem contrato até a metade do ano que vem. Com uma multa rescisória acima R$ 21 milhões, o atleta de 29 anos pode assinar um pré-contrato com outro time a partir de janeiro. O Internacional já demonstrou interesse em contar com o atleta, mas o Cruzeiro já tem conversas adiantadas.

*os valores de mercado foram obtidos no site Transfermarkt.

***

>> Veja 10 jogadores ‘esquecidos’ que são uma boa opção para o seu time em 2018

Na busca por reforçar o elenco para 2018, muitos times brasileiros escolhem como principal alvo aqueles atletas que não estão tão valorizados por não terem atuado tanto na atual temporada, mas que tem grande potencial. Separamos 10 opções de “esquecidos” no mercado. Confira:

Raphael Veiga

Revelado pelo Coritiba, o jogador teve poucas chances no Palmeiras no ano passado. É uma boa opção para aqueles times que necessitam de um meia armador. Com a contratação de Lucas Lima, Veiga ficou com ainda menos espaço no time paulista.

Marcelo Oliveira

Após começar o ano como titular no Grêmio, acabou se lesionando e depois perdeu a caga para Cortez. Já provou que sabe jogar como lateral e volante. Uma opção para os dois setores.

Maicosuel

O meia-atacante do São Paulo sofreu com lesões em 2017 e pouco jogou na temporada. Tem potencial para se destacar caso tenha uma sequência de jogos.

Conca

O meia era uma das apostas do Flamengo para a temporada, mas também atuou em poucas partidas por causa de lesões. Com 34 anos, não está nos holofotes, mas recuperando a boa forma tem potencial para ser o camisa 10 de uma boa equipe.

Kayke

O atacante do Santos até chegou a se destacar na temporada, com gols importantes – inclusive no Libertadores –, mas nunca virou titular absoluto graças à concorrência com Ricardo Oliveira. Em outro time, tem mais chances de se firmar.

Leandro Donizete

O volante de 35 anos, que já se destacou no Coritiba, está esquecido no Santos. Jogador de forte marcação, pode gerar uma boa negociação para algum time que precise de experiência e liderança no seu elenco. O alto salário, porém, dificulta o fim do ostracismo.

Rafael Marques

O atacante do Cruzeiro teve pouco espaço nesta temporada. A tendência é que nada mude em 2018. Centroavante esforçado, pode ser uma opção no difícil mercado de “fazedores de gols”

Camilo

Um dos principais meias do Brasileirão em 2016, quando jogou pelo Botafogo, Camilo não conseguiu ainda se firmar no Internacional, sendo reserva mesmo com o time jogando a Série B. Olho nele!

Rafael Moura

Mais uma opção no ataque que não conseguiu se destacar nesta última temporada. O Atlético-MG já anunciou que não conta com o jogador de 2018. Fechando com o América-MG.

Marlone

O meia acabou esquecido no Galo e não jogará mais no time de Belo Horizonte. Com contrato com o Corinthians até 2019, pode ser emprestado novamente para outra equipe que se interessar.

***

[Clique para ampliar] Infográficos Gazeta do Povo
PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE