Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

story
Enkontra.com
PUBLICIDADE

Planejamento

Presidente do Paraná desabafa contra baixo público na Vila na estreia da Série B

Lance do jogo entre Paraná e Goiás na Vila, com público pequeno nas arquibancadas. | Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
Lance do jogo entre Paraná e Goiás na Vila, com público pequeno nas arquibancadas. Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Indignado com a baixa presença de público na Vila Capanema, o presidente do Paraná, Leonardo Oliveira, aproveitou os microfones após a vitória do Paraná sobre o Goiás para desabafar. Com apenas 3.297 pessoas no estádio, das quais apenas 2.177 pagaram ingresso, o dirigente admitiu frustração com a falta de apoio dos paranistas nas arquibancadas e cobrou uma melhora significativa nos números para o próximo confronto da Série B.

“Iniciar a Série B com esse público é frustrante, tanto para a diretoria como para o time. Quero agradecer muito o torcedor que compareceu hoje, o público que veio fez muito bem o papel de pressionar o time adversário. Mas sexta [quando o Tricolor encara o Paysandu] temos que ter quase o triplo que veio hoje”, disparou o presidente, projetando já o duelo contra o Papão da Curuzu, marcado para as 19h15 da próxima sexta-feira (19).

A estreia do Paraná na Série B, com triunfo por 2 a 0 sobre o Goiás, registrou o terceiro pior público do ano na Vila Capanema. Só outros dois jogos tiveram bilheteria inferior, ambos pelo Paranaense – contra o Rio Branco,1.196 pagantes; diante do Prudentópolis, com o time já classificado para o mata-mata, 2.163. Ao todo, já foram disputadas 13 partidas como mandante na temporada.

TABELA: Confira a classificação da Série B

“Nós apostamos em uma fórmula que deu certo no Paranaense. Hoje não consigo responder qual o motivo que fez a torcida abandonar nosso time hoje. Espero que tenha sido um ato isolado na Série B e que tenhamos esse casamento com a torcida para alcançarmos nossos objetivos”, prosseguiu.

Além do jogo contra o Paysandu, válido pela segunda rodada da Série B, o presidente Leonardo Oliveira também lembrou do confronto diante o Atlético-MG. A partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil acontece na quarta-feira (24), às 21h45, no Couto Pereira. Segundo o dirigente, a venda do duelo para o estádio do rival Coritiba foi importante pela manutenção do investimento do clube nesses quatro meses.

“O jogo no Couto nos propiciou começar bem na Série B e é uma venda para 800 metros daqui. Então isso foi uma forma que nós conseguimos manter o jogo em Curitiba e potencializar a torcida. Precisamos do público para manter o trabalho”, completou o presidente, que garantiu que os preços serão mantidos na partida contra o Galo.

Siga a Gazeta do Povo e acompanhe mais novidades

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE