| Quanto vale um Grammy?

+ Premiação

Quanto vale um Grammy?

Prêmio ainda é carimbo de sucesso para artistas

24.01.2014 | 23:00 | Anna Simas - annas@gazetadopovo.com.br
gr

Adele ganhou seis Grammys, o que a ajudou a consolidar a carreira.

A cantora neozelandesa Lorde e o rapper  Jay Z provavelmente estão muito ansiosos hoje, já que concorrem ao Grammy 2014, um dos troféus mais importantes da indústria musical, que será entregue neste domingo (26), em Los Angeles. Ela, que foi indicada pela primeira vez, concorre em quatro categorias. Ele é o artista com o maior número de indicações, nove no total. Mas será que para os dois ganhar um prêmio – ou vários – muda alguma coisa na carreira?

Segundo os especialistas ouvidos pela reportagem do Gaz+, sim. Embora a premiação não tenha hoje o mesmo significado que há dez anos por causa da crise da indústria do ramo, ela ainda dá ao artista um “selo de qualidade”, como diz o editor do site Papel Pop, Phelipe Cruz.

Antes, ganhar um Grammy significava vender mais discos. Hoje o resultado é outro: maior número de comentários nas redes sociais, mais visibilidade e, consequentemente, um bom merchandising. “O que dá dinheiro hoje são os shows e os produtos, como perfume e roupas, que os artistas colocam sua marca. Então aparecer mais significa ter o nome atrelado a mais coisas”, explica Phelipe.

Portanto, sair vitorioso da premiação é ainda muito desejado pelos artistas. Quanto mais categorias, melhor. Adele, por exemplo, ganhou seis de uma vez só em 2012. Não deu outra. Depois disso continuou com muito sucesso e trabalho.

A banda Nevilton, de Umuarama, concorreu ao Grammy Latino.

Só indicação também funciona

Para os caras da banda Nevilton, de Umuarama, no Paraná, apenas duas indicações ao Grammy Latino bastaram para alavancar a carreira . Eles concorrem no ano passado e em 2012, mas mesmo sem levar o troféu para casa, sentiram que a credibilidade da banda aumentou. “Isso aconteceu principalmente entre o público que já nos acompanhava, outros artistas e profissionais do entretenimento”, conta Nevilton de Alencar, o vocalista.

Claro que rola uma ansiedade pela vitória, principalmente porque eles disputaram com artistas de renome por aqui, como Frejat e Os Paralamas do Sucesso. Mas só de estar na lista junto com eles deu um “up” na carreira. “ Alcançamos algo que não imaginávamos. Só nos deu mais alegrias, animo e motivação para continuarmos produzindo e trabalhando muito, com a premissa de que sempre há mais gente e mais opiniões do que você controla e imagina a respeito de tudo o que se produz, de toda a obra que você publica”, diz Nevilton.

Torcida por “Roar”

Sem nenhum Grammy no bolso, Katy Perry precisa vencer esse ano para quebrar o estigma.

Embora com apenas uma indicação – de canção do ano, com Roar -, a expectativa pela vitória de Katy Perry é grande. Mesmo com muito sucesso e muitos fãs, ela ainda não venceu nenhum Grammy. “Isso causa um estigma, de certa forma. Muitos dizem que por não ter ganho ela fica para trás da Lady Gaga e da Britney. Então acho muito importante que ela vença”, comenta Philipe, que está na torcida pela cantora.

Serviço

O Grammy está na 56ª edição e será transmitido no Brasil pelo canal por assinatura TNT, às 23h.

Indicados

Veja quais são os indicados ao Grammy 2014 nas principais categorias:

      • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
      • QUEM MAIS COMENTOU
      Publicidade

      Gazeta do Povo - Gaz