PUBLICIDADE

Aprenda a fazer o arranjo japonês kokedama para decorar seu lar

Crie uma decoração única em sua casa com o arranjo queridinho do momento que parece levitar no ar

Foto: Fresh Idees/Reprodução

Foto: Fresh Idees/Reprodução

por Stephanie D'Ornelas*

11/01/2018

Abusar das plantas suspensas é uma alternativa para trazer a natureza para dentro de casa mesmo quando não há muito espaço para isso nos ambientes. Para quem deseja apostar nesta solução e, de quebra, dar um toque descontraído ao lar, uma boa opção são os kokedamas. O nome pode soar estranho, mas a tradução é simples: significa, literalmente, “bola de musgo”.

A técnica japonesa consiste na criação de arranjos de plantas ornamentais sem vasos, dentro de uma esfera compacta feita com argila, terra e musgo. O ornamento é muito usado pendurado por fios, dando a impressão de que está flutuando, mas também pode ter um prato ou móvel como suporte.

Foto: Gardener's Supply Company/Pinterest/Reprodução

Foto: Gardener’s Supply Company/Pinterest/Reprodução

O melhor de tudo é que você pode fazer seu próprio kokedama para decorar a casa. Confira o passo a passo da HAUS:

Materiais

Foto: Fresh Idees/Reprodução

Foto: Fresh Idees/Reprodução

• Escolha uma planta que se desenvolva melhor na sombra, pois o musgo não suporta luz solar direta. Boas opções para fazer seu primeiro kokedama são clorofito, asplênio, costela-de-adão, clívia, renda portuguesa e dracena-compacta, indica Solange Mota, vendedora na loja de jardinagem e escritório de paisagismo Casa das Plantas.

• Musgo esfagno e musgo verde.

• Argila, areia e terra vegetal.

• Barbante, cordel de linha ou outro fio de sua escolha.

Como fazer

1. Limpe a raiz da planta escolhida tirando o máximo de terra possível. Em seguida, faça uma bolinha com o musgo esfagno úmido. Faça um buraco no meio da esfera e insira a planta. Envolva essa bola com uma mistura de terra, argila, areia e um pouco de água. O aspecto dessa mistura deve ser argiloso para facilitar a moldagem e para a terra não quebrar.

Foto: Fresh Idees/Reprodução

Foto: Fresh Idees/Reprodução

2. Envolva a esfera com o musgo verde. O acabamento externo também pode ser feito com fibra de coco.

Foto: Fresh Idees/Reprodução

Foto: Fresh Idees/Reprodução

3. Enrole barbante, cordel de linha ou outro fio de sua escolha na bola, passando por todos os lados, e dê um nó. Solange sugere usar fio verde, da cor do musgo, para um resultado diferenciado. Acrescente um pedaço de linha para pendurar ou coloque o arranjo em um prato.

Foto: Fresh Idees/Reprodução

Foto: Fresh Idees/Reprodução

4. O diferencial dos kokedamas é sua simplicidade e facilidade de manutenção. Para regar, é necessário espirrar água e, de tempos em tempos, mergulhar a bola na água – preferencialmente com adubo diluído – por 5 a 10 minutos para manter o arranjo úmido e a planta hidratada e saudável. Deixe o excesso do líquido escorrer em um prato antes de colocar o kokedama de volta em seu lugar.

Foto: Fresh Idees/Reprodução

Foto: Fresh Idees/Reprodução

Cada planta, uma necessidade

Suculentas, begônias, orquídeas, bromélias e outras plantas que retêm muita água não podem ficar em contato direto com o musgo, ou apodrecem rapidamente. Neste caso, a bolinha deve ser feita sem o esfagno. Em vez disso, use fibra de coco com pedrinhas, casca de pinus ou pedacinhos de isopor.

Kokedama de clorofito. Foto: Solange Mota/Arquivo pessoal.

Kokedama de clorofito. Foto: Solange Mota/Arquivo pessoal.

Solange explica que é preciso tomar bastante cuidado na hora de fazer um kokedame de suculentas, escolhendo uma planta mais resistente e tomando cuidado para não quebrá-la na execução da técnica. “Os arranjos duram bastante tempo, se forem regados e adubados adequadamente”, afirma.

*Especial para a Gazeta do Povo.

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE