PUBLICIDADE

Seu móvel de madeira manchou? Saiba como recuperá-lo

Saiba as diferenças entre materiais e a maneira certa de manter as peças novas

Falta de cuidado ao manusear líquidos e alimentos pode causar manchas nos móveis de madeira. Foto: Reprodução / Bigstock

Falta de cuidado ao manusear líquidos e alimentos pode causar manchas nos móveis de madeira. Foto: Reprodução / Bigstock

por HAUS*

06/07/2017

Quem tem móveis de madeira em casa sabe como é difícil mantê-los intactos. Copo d’água, panela quente, acetona, gordura, refrigerante… Todos acabam como vilões. Como a madeira é um material com poros, os resíduos podem se infiltrar com mais facilidade, criando as temidas manchas. Pensando nisso, HAUS separou algumas dicas para você manter seus móveis de madeira como novos. Confira!

Gravidade da marca

Antes de se desesperar por ter estragado o móvel novinho, deve-se atentar para qual a profundidade da mancha. A proprietária da Guaraúna Revestimentos Curitiba, Ester Isfer, explica que a penetração do produto vai dizer qual o melhor método para o reparo. “Se a mancha for bem superficial basta aplicar o selador novamente, porém, se a marca for mais profunda, lixar é a melhor saída”, aconselha.

Uma dica caseira para impermeabilizar os móveis, segundo a especialista, é passar silicone líquido, “desses que encontramos em mercado”, na madeira. Deixe secar por 15 dias, passe uma esponja de aço para um acabamento mais liso, e repita o processo nos próximos 15 dias, até que a madeira esteja impermeabilizada como desejar. Com isso, o risco de manchas com água ou outro líquido se torna menor e o investimento para esse cuidado é pequeno.

Tirando a mancha

Como cada produto afeta a madeira de uma forma diferente, é preciso um cuidado específico para cada um deles. A personal organizer Rafaela Oliveira ensina a remover cada tipo de mancha de maneira fácil e barata:

Líquidos são os maiores vilões de móveis de madeira. Foto: Pexels

Líquidos são os maiores vilões de móveis de madeira.

Água

“A forma mais simples e eficiente é passar óleo de peroba em cima da mancha com um pano bem macio. Espere secar e passe cera ou lustra móveis como de costume. Você também pode fazer uma mistura com pasta de dente branca (sem ser gel) e bicarbonato de sódio. Passe na mancha e deixe agir por alguns minutos. Retire o produto, seque e passe cera de móveis como de costume”.

Óleo

Rafaela recomenda o uso do calor para absorver a mancha. “Uma boa dica é colocar um pano levemente umedecido em cima da mancha e passar o ferro de passar por cima do pano, quantas vezes for necessário para a mancha sair. Depois, basta dar uma polida generosa na superfície para o móvel ficar bonito novamente. Caso não resolva, tente passar um produto lubrificante, com o WD40 na mancha”.

Calor

É a mancha com resolução mais difícil e a saída será usar lixa para reparar o dano. “Quando é uma pequena queimadura, deve-se lixar muito bem toda madeira queimada com uma lixa fina, sempre no sentido da fibra da madeira. Pinte a parte atingida com uma tintura igual a do móvel ou verniz para o caso de madeira natural. Caso o estrago seja muito profundo, lixe toda a superfície para ficar uniforme”, recomenda Rafaela.

Maquiagem

“Por ser um material muito poroso, há um sério risco da madeira ficar manchada com a utilização de um removedor de esmaltes. A dica é usar spray fixador de cabelo para conter a mancha e depois passar um pano seco por cima para retirar. Caso não saia tudo de uma vez, repita a ação até sair”.

Outra solução bastante difundida para tirar mancha de removedor de esmalte é misturar em partes iguais: óleo de linhaça (encontrado em lojas de produtos naturais), vinagre branco e terebintina (solvente vegetal encontrado em lojas de artesanato). Deve-se bater muito bem os três ingredientes. Antes da aplicação da mistura, passe esponja de aço seca sobre a mancha. Depois espalhe a loção em todo o móvel com um pano seco e lustre.

Imagem de tábuas de madeira com diferentes cores

Madeiras escuras costumam ser mais resistentes à manchas por terem uma porosidade menor. Foto: Munir Bucair Filho

Tipos de madeiras

Conhecer os móveis de casa é essencial para evitar problemas. Diego Sebastian, sócio da Marceneiro Curitiba e da marca de móveis e acessórios Wood Skull, explica que alguns tipos de madeira são mais sensíveis. “Basicamente, as madeiras mais claras, como caxeta, pinheiro e pinus, são mais fáceis de manchar, por serem mais porosas. Já as madeiras mais escuras e nobres, como a imbuia, tem os poros mais fechados, sendo mais difícil penetrar algo”, ilustra.

Prevenção

A dica dos especialistas é proteger os móveis e manter a manutenção das peças em dia. “Nas bancadas em madeira o ideal é usar suportes de panela e tábuas para não ter muito contato com produtos que mancham. Caso derrame alguma coisa, é só não deixar por muitas horas, como de um dia para o outro, por exemplo”, ensina Sebastian.

Para tábuas de cozinha, ele indica a manutenção com óleo mineral: “não precisa ser sempre que usar, mas pelo menos uma vez por mês ajuda a conservar e deixar a cor da madeira sempre viva”. Outro conselho é deixar os móveis selados ou envernizados longe da luz do sol. “A exposição ao sol pode manchar ainda mais que líquidos, quando um móvel fica perto da janela e só uma parte dele recebe a luz do sol, somente esta fração irá escurecer”, explica.

 

*Colaborou: Lívia Mattos

LEIA TAMBÉM

Biombo não serve só para dividir ambientes. Aprenda a usá-lo na decoração

Sete dicas caseiras para acabar com o mofo em casa

PUBLICIDADE