PUBLICIDADE

Invista em 5 tendências para escritórios e melhore a produtividade

Semana de Design de Milão indica que a era dos escritórios estéreis e tradicionais acabou. Veja como são os bons escritórios

Fotos: Sharise Gulin/DivulgaçãoFotos: Sharise Gulin/Divulgação

por HAUS

18/05/2017

A atual forma de trabalho está em xeque. A Semana de Design de Milão 2017, a maior e mais importante do setor, questiona os formatos tradicionais de trabalhar e traz tendências que tornam a experiência melhor, mais produtiva e mais humana. O indivíduo, e não a burocracia, volta a estar no centro do design de interiores das corporações.

00 Foto 0.1 Acesso ao Workplace 3.0

Entrada do pavilhão de Milão dedicado ao design de escritórios

“A feira foi uma resposta às práticas contemporâneas de administração”, avalia a arquiteta Sharise Gulin, especializada em ambientes corporativos, que também esteve durante a Semana de Design de Milão deste ano. “O design do mobiliário e as configurações espaciais estão moldadas nestes novos conceitos, focados no conforto psicológico, acústico e ergonômico dos colaboradores.”

Com o auxílio da arquiteta, separamos 5 tendências para escritórios direto do Salão Internacional do Móvel de Milão!

Mobilidade espacial

O Salão de Milão reforça de vez a estrutura menos engessada dos escritórios. Todas as apostas recaem sobre layouts menos formais, menos divididos, e mais colaborativos, compartilhados. Sem dúvida um dos grandes destaques foi a quantidade de mobiliários adaptáveis. Sofás, divisórias, bancadas, mesas, bancos e cadeiras que se transformam de acordo com a necessidade do ambiente. “Os móveis ficaram mais ajustáveis e os ambientes ficaram mais versáteis e integrados. O ambiente que comportava uma equipe de cinco pessoas, por exemplo, pode facilmente se tornar um espaço para 10, de acordo com a configuração do espaço, e o mobiliário hoje vêm ao encontro desta proposta”, explica Sharise.

01 Foto 1.12 Mobilidade Espacial

Um sistema de poltronas de vários tamanhos, desenvolvido pela LT Form, com o objetivo de conformar espaços com privacidade, mesmo no open space

05 Foto 5.1 Ergonomia

Mesas com altura regulável através de acionamento elétrico, possibilitando a alteração do trabalho sentado e em pé durante o dia. Peça desenvolvida pela empresa Fantoni

01 Foto 1.4 Mobilidade espacial

Sistema de assentos modulares apresentado pela LT Form com o objetivo de conformar espaços de reuniões e relax nas mais diferentes áreas. Os módulos são extremamente adaptáveis podendo ser compostos com mesas laterais e pequenas divisórias

Tratamento acústico

Com os espaços cada vez mais integrados, o tratamento acústico de algumas áreas virou item de série, com materiais que absorvem e isolam ruídos, aumentando o conforto nos coworkings. As divisórias são estofadas e levam tecidos com eficiência acústica. “Há também sofás com encostos prolongados que isolam o ambiente, dando mais privacidade, e cabines com isolamento acústico que formam os chamados ‘focus rooms’: pequenas salas de reuniões, áreas para calls, e células com mais privacidade em meio ao espaço comunitário”, diz Sharise.

02 Foto 2.3 Tratamento Acústico

Estande da CITTERIO, empresa italiana que desenvolve painéis com extremo apelo estético para a absorção acústica

01 Foto 1.2 Mobilidade Espacial

Sistema de poltronas de vários tamanhos, desenvolvido pela LT Form, com o objetivo de conformar espaços com privacidade

02 Foto 2.13 Tratamento Acústico

Linha C-SS da Citterio: focus rooms, com fechamento em vidro e excelente isolamento acústico, para a realização de calls, reuniões e atividades que exigem extrema concentração

Cores fortes e ambientes aconchegantes

É o fim dos escritórios estéreis, com luz branca e ambientes claros. A maioria dos fornecedores mostrou espaços de trabalho extremamente aconchegantes, tendência que aparece nas cores, materiais utilizados e também na iluminação. A cor do momento Greenery, o azul, vermelho, laranja e roxo, aparecem em tecidos como o veludo, em painéis e na composição dos móveis. Para ficar mais aconchegante, há uma gama de tapetes com fibras que lembram o artesanal, passando a sensação de conforto.

02 Foto 2.7 Tratamento Acústico

Conforto e tecnologia em ambiente da Snowsound Acoustic Fibers, que desenvolve tecidos e painéis para a absorção acústica. Sobre o sofá, uma instalação com placas de tratamento acústico

02 Foto 2.5 Tratamento Acústico

Mobiliário da Boss. Cores fortes, formas orgânicas e espaldar alto, buscando privacidade no open space

Salone del Mobile 2017

Cores fortes e informalidade com tapetes e almofadas para reuniões

Formas orgânicas

As pesquisas científicas sobre os benefícios do design biofílico, aquele que responde à necessidade humana de se conectar com a natureza, apontam para a maior produtividade da equipe quando o ambiente construído traz elementos que lembrem a natureza. Assim, o mobiliário apresentado na feira trouxe formas orgânicas, menos definidas. As cadeiras, mesas e sofás chegam com formas arredondadas, almofadadas e bem criativas.

Salone del Mobile 2017

Escritório com estética cenográfica e mobiliário que favorece um dia a dia mais dinâmico

04 Foto 4.1 Formas Orgânicas

G-table da marca polonesa Zieta. Inspirado nas formas da natureza e lembrando o desenho de raízes de árvores, as peças são fabricadas com pequenas alterações paramétricas, fazendo com que as peças sejam diferentes umas das outras

02 Foto 2.1 Tratamento Acústico

Poltrona com cantos levemente arredondados

Experiência individual

Observa-se também a transformação dos ambientes de negociação, para espaços mais informais. Se, cada vez mais os escritórios estão sendo pensados para promover a produtividade e o bem estar dos colaboradores, a sala do CEO ou a de reuniões não deve ser diferente. O ambiente onde serão realizadas as mais importantes negociações na empresa deve ser projetado com a intenção correta. “Ambientes agradáveis podem deixar os envolvidos mais relaxados, favorecendo a negociação, ou até permitir uma melhor leitura da linguagem corporal dos envolvidos. No Irã, em projetos do arquiteto iraniano Arash Ahmadi, os negócios são fechados em rodas de conversas, sentados em tapetes”, finaliza Sharise. Arash foi um dos quatro arquitetos selecionados em todo o mundo para trazer tendências para o escritório do futuro durante a feira de Milão.

05 Foto 5.5 Ergonomia

Mesa Float, da empresa americana Humanscale. A alteração na altura das bancadas é realizada através de um exclusivo sistema de contrapesos, que possibilita a alteração entre as posições sentada a em pé com extrema rapidez

04 Foto 4.6 Formas Orgânicas22222

Design biofílico na mesa de trabalho da Estel

04 Foto 4.10 Formas Orgânicas22

Formas orgânicas no mobiliário e no estande da empresa italiana Officine Tamborrino

LEIA TAMBÉM

8 tendências de iluminação para investir na sua casa

Salão do Móvel Milão 2017: Haus escolhe o top 10 da feira de design

Quer uma casa acolhedora? Siga essas 9 tendências para não errar

 

PUBLICIDADE