PUBLICIDADE

Artistas brasileiros criam maior mural urbano já feito na Síria

Grafiteiros curitibanos Rimon Guimarães e Zéh Palito acabam de concluir painel de 270 m² em Damasco

Painel de 270 m² feito por artistas brasileiros é o maior da Síria. Fotos: Conexus/Divulgação

Painel de 270 m² feito por artistas brasileiros é o maior da Síria. Fotos: Conexus/Divulgação

por Luan Galani

24/05/2017

A dupla de grafiteiros curitibanos Rimon Guimarães e Zéh Palito acabam de concluir o maior painel urbano já produzido na Síria. A obra tem aproximadamente 270 m² e fica em Damasco, capital do país que desde 2011 observa suas cidades serem devastadas pela guerra civil. Inspirada na liberdade, esperança e paz, a pintura surge como um marco para o país, onde a arte pública ou grafite não são frequentes.

siria-brasileiros-painel-maior-arte-arquitetura-cidade (4)

Zéh Palito (verde) e Rimon Guimarães (laranja) em frente ao grande mural que concluíram em Damasco, na Síria. Foto: Conexus/Divulgação

A ação artística faz parte do Conexus, projeto coletivo de arte contemporânea nômade, com curadoria da gaúcha Sheila Zago, que viaja pelo mundo promovendo artistas e desenvolvendo programas educacionais com parceiros locais. Ao desembarcarem na Síria, com o apoio da Embaixada Brasileira em Damasco, os grafiteiros e a curadora fizeram parte de uma residência artística na galeria Mustafa Ali. Dentro da proposta, juntos fizeram pinturas, colaboraram com artistas locais e ministraram oficinas para crianças e adolescentes.

siria-brasileiros-painel-maior-arte-arquitetura-cidade (1)

Foto: Conexus/Divulgação

“É muito gratificante fazer parte dessa história. Em meio à guerra conseguimos finalizar o maior mural de pintura da Síria com muita cor e alegria. Quando chegamos, vimos que quase não existiam artes públicas. O que se via na cidade eram apenas pinturas da bandeira do país, pichações políticas e religiosas, nomes de pessoas, imagens do presidente e todo tipo de propaganda”, lembra Rimon Guimarães.

“Toda a história que isso carrega e a liberdade que tivemos para pintar no centro da capital deu ainda mais importância para este mural. Por incrível que pareça o ato que deu início a guerra foi uma pichação feita por adolescentes em 2011. Hoje, durante a guerra, viemos pintar um mural com adolescentes e crianças com intuito de espalhar o amor e a esperança de um futuro melhor para o povo sírio”, comenta.

siria-brasileiros-painel-maior-arte-arquitetura-cidade (3)

Foto: Conexus/Divulgação

LEIA TAMBÉM

A incrível história da vida em isolamento no Leprosário São Roque

O crime compensa? Conheça o apartamento do dono da JBS em Nova York

A onda nos EUA é construir castelos medievais, entenda por quê

 

PUBLICIDADE