PUBLICIDADE

Novo ‘animal de estimação’ tecnológico alia sustentabilidade e tecnologia

Controle remoto universal em formato de urso é controlado apenas por gestos e está em plataforma de financiamento coletivo para viabilização

Bearbot tem como proposta ser uma companhia a mais em casa, além da função tecnológica. Projetado em Luxemburgo pela Mu Design, o pequeno urso é um controle remoto universal.
Foto: DivulgaçãoBearbot tem como proposta ser uma companhia a mais em casa, além da função tecnológica. Projetado em Luxemburgo pela Mu Design, o pequeno urso é um controle remoto universal. Foto: Divulgação

por HAUS

25/08/2016

A automação de casas e apartamentos não é algo tão recente no Brasil. Em 2006, um edifício lançado na região da zona sul de São Paulo já contava com interações tecnológicas, como o acesso ao apartamento ser feito apenas pelo reconhecimento das digitais do morador. Desde então, as empresas do mercado de tecnologia de vários países investem em produtos e sistemas que integrem segurança, conforto e praticidade para os usuários. Além e toda a funcionalidade, algumas apostam também em um apelo emocional.

Com previsão de lançamento para o segundo semestre de 2017, o Bearbot tem como proposta ser uma companhia a mais em casa, além da função tecnológica. Projetado em Luxemburgo pela Mu Design, o pequeno urso é um controle remoto universal, pelo qual é possível integrar desde aparelhos de som e televisores até sistemas de luz e alarme da casa.

Os diferenciais, no entanto, ficam por conta da interação e de não precisar de botões. Por meio de um sistema de controle de gestos em 3D, o Bearbot permite ao seu dono ligar ou desligar aparelhos eletrônicos, controlar a temperatura de sistemas de ar condicionado, dar comandos ao celular ou ao laptop, e também controlar a luz e as persianas de um apartamento, por exemplo. A empresa também sugere o dispositivo para executivos que lidam com apresentações de slides.

Como funciona

Por meio de um aplicativo disponível para os sistemas Android e iOS, o usuário pode cadastrar e programar diversos aparelhos, ensinando o urso os gestos para cada ativação. Além disso, o Bearbot é dotado de interações espontâneas, conforme é deixado ocioso ou quando a bateria está sendo carregada.

c2c12341372989.57a3376b37611

Além do aspecto emocional de se ter outra ‘espécie’ de bicho de estimação, a Mu design aposta em uma relação saudável. Uma pesquisa publicada em 2011 pela NSF International – organização pública de pesquisa em saúde – mostra o controle remoto como uma das maiores concentrações de fungos e bactérias dentro de casa. Por não precisar manipular o urso durante atividades como cozinhar, trabalhar ou mesmo lazer.

A empresa criadora do Bearbot tenta financiar o aparelho por meio da plataforma Indiegogo, de financiamento coletivo – ou crowdfunding. O projeto ainda tem um mês até a data final, mas a arrecadação está em apenas 5% do valor necessário. E os interessados em ter um ursinho destes precisarão desembolsar pelo menos 75 euros, ou aproximadamente R$275 reais. Embora ambicioso, o projeto do urso tecnológico envolve materiais recicláveis e consumo sustentável de energia, se tornando uma interessante e criativa opção para os aficionados por tecnologia.

Para quem quiser conferir o crowdfunding, basta entrar no site.

 

PUBLICIDADE