PUBLICIDADE
Academia do condomínio Santos Dumont, da construtora Hugo Peretti. Espaço arejado e equipamentos semiprofisionais. |
Academia do condomínio Santos Dumont, da construtora Hugo Peretti. Espaço arejado e equipamentos semiprofisionais.
Equipamentos

Como montar uma academia em casa

Orientação profissional para usar os materiais e os equipamentos certos é o primeiro passo para montar um espaço fitness em casa

Texto publicado na edição impressa de 08 de fevereiro de 2009

Como montar uma academia em casa Ampliar

Fugir do trânsito caótico, ter a liberdade para malhar na hora que quiser, o conforto de estar em casa e fazer economia, que no caso de uma família de quatro pessoas é significativa. Essas são algumas das razões que levam cada vez mais pessoas a montar uma academia em casa ou mesmo optar pela compra de um imóvel com um espaço como esse.

O empresário Gildo Lima, 47 anos, tomou essa decisão há alguns anos. Primeiro quando morava em um apartamento. “Transformei um dos quartos em uma miniacademia, com um aparelho de musculação, esteira e bicicleta residenciais. Com o passar do tempo toda a minha família estava usando o espaço também. Na época tudo custou R$ 3 mil.”

Quando mais tarde se mudou para uma casa, Lima resolveu investir mais no espaço. Contratou um arquiteto, procurou orientação em uma academia e nas lojas de equipamentos e montou uma academia integrada com os outros espaços de lazer do imóvel, como a piscina e o jardim. O custo foi de

R$ 35 mil em aparelhos. “Só na esteira, que é profissional, paguei R$ 7 mil. Mas vale a pena. Não tenho horário fixo de trabalho, viajo bastante, portanto não tenho como cumprir horário na academia comum. Além disso, aproveito melhor o meu tempo. O que levaria duas ou três horas para fazer na academia levo uma hora em casa, afinal não tenho de disputar espaço, aparelho ou professor com mais ninguém”. Para o empresário, o único ponto negativo é não fazer mais novos amigos como ocorre em uma academia comum.

Para a médica dermatologista Suely Brofman, de 53 anos, a grande sacada de uma academia em casa é a tranquilidade e o acompanhamento exclusivo de um profissional de educação física. Ela e as duas filhas têm vários aparelhos em casa, mas Suely confessa que sem a orientação de um profissional é difícil seguir com os exercícios. “O importante mesmo é ter o acompanhamento do professor, alguém que o motive e acompanhe o seu ritmo e idade. Essa orientação é importantíssima para um exercício com foco na saúde e não só na estética.”

Suely acredita que o ideal é ir comprando os equipamentos à medida que se evolui nos exercícios. “Algumas pessoas investem pesado em uma academia que depois acabam não usando. O melhor é ir aos poucos.”

Antes de pensar em montar um espaço como esse é preciso primeiro determinar o que se quer em termos de equipamentos e composição do ambiente. Para isso dois profissionais são importantes: um professor de educação física e um arquiteto. Algumas lojas especializadas na venda de equipamentos esportivos também auxiliam na elaboração de projetos personalizados. Com o professor de educação física serão definidos os tipos de aparelhos necessários. Com o arquiteto, a disposição desses equipamentos e outros fatores fundamentais, como o local ideal para se montar o espaço na residência e os revestimentos próprios para o ambiente.

O espaço

O arquiteto Marcelo Da Matta, responsável pelo projeto do espaço fitness do condomínio Santos Dumont, empreendimento entregue recentemente pela construtora Hugo Peretti, em Curitiba, lista algumas características básicas para a construção de uma boa academia residencial. A escolha do piso é essencial. Para a prática de exercícios como a musculação, é necessário um piso de material vinílico ou emborrachado, antiderrapante e de fácil limpeza. “Há também no mercado linhas profissionais de pisos específicos para academias. São fabricados em mantas de borracha tipo EPDM ou reciclada e até mesmo em PVC reforçado. Nestes casos é recomendado uma consulta técnica aos fabricantes para saber qual a especificação indicada para o uso residencial.”

O local escolhido deve ter boa iluminação e ventilação naturais. “Isso é sempre priorizado em qualquer ambiente residencial, porém cuidados devem ser tomados para não expor os equipamentos diretamente à luz solar, evitando o desgaste prematuro. Se houver possibilidade, devem-se instalar janelas em paredes opostas, possibilitando um fluxo cruzado de ventilação”, aconselha Da Matta.

O uso de ventilação mecânica (ventiladores, exaustores e ar- condicionado) é recomendado para se obter um maior controle sobre o conforto térmico, contudo deve-se verificar se o custo operacional é compensatório, principalmente em condomínios, onde o aumento das despesas será rateado entre todos.

Quanto à iluminação artificial recomenda-se lâmpadas fluorescentes (luz fria), que iluminam o ambiente por igual e não contribuem ainda mais para o aquecimento do local, uma vez que o calor gerado pelas pessoas se exercitando já é significativo. “Luminárias com refletores anti-ofuscantes evitam o incômodo nos olhos de quem está praticando exercícios deitado, tais como abdominais e supino deitado, além de não refletirem nas telas dos televisores, muito comuns nas academias.”

Se o local escolhido for a varanda, que por si só já oferece boa iluminação e ventilação, é bom instalar um sistema de vedação (como janelas de vidro ou toldos de plástico) para os dias de chuva ou muito frio. A exemplo do que fez o empresário Gildo Lima, a academia residencial pode ser integrada a outros ambientes da casa, como deques, jardins, piscinas, saunas, quartos ou salas. “Não há limites para a criatividade.” Um lugar para o som e a televisão também não deve ser esquecido.

PUBLICIDADE
    • SELECIONADO PELO EDITOR
    • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
    • QUEM MAIS COMENTOU
    Assine a Gazeta do Povo
    • A Cobertura Mais Completa
      Gazeta do Povo

      A Cobertura Mais Completa

      Assine o plano completo da Gazeta do Povo e receba as edições impressas todos os dias da semana + acesso ilimitado no celular, computador e tablet. Tenha a cobertura mais completa do Paraná com a opinião e credibilidade dos melhores colunistas!

      Tudo isso por apenas

      12x de
      R$49,90

      Assine agora!
    • Experimente o Digital de Graça
      Gazeta do Povo

      Experimente o Digital de Graça!

      Assine agora o plano digital e tenha acesso ilimitado da Gazeta do Povo no aplicativo tablet, celular e computador. E mais: o primeiro mês é gratuito sem qualquer compromisso de continuidade!

      Após o período teste,
      você paga apenas

      R$29,90
      por mês!

      Quero Experimentar
    VOLTAR AO TOPO