Mostre a sua mesa de trabalho #20

Por
12/12/16, 10h24 7 min 8 comentários

Nesta seção do Manual do Usuário os leitores revelam o que têm e usam em suas mesas de trabalho para cumprir suas demandas.

Na edição de hoje veremos as mesas do Lucas Braga e da Cibelly Aguiar. (Veja as outras já publicadas aqui.) As descrições a seguir são deles próprios, apenas com eventuais correções e adaptação de estilo.


Lucas Braga

A mesa do Lucas Braga.
Local: home office.

Meu home office é um canto bastante utilizado por mim. Fica dentro do meu quarto e é aqui onde estudo, trabalho e me divirto. Ele tem um móvel planejado, que foi feito no início dos anos 2000.

Por já ser datado, algumas evoluções tecnológicas dificultaram a utilização do móvel nos dias de hoje da forma que foi pensado. O lugar original para a televisão cabia um modelo CRT de 14 polegadas — tentei colocar uma LCD de 22” ali e não deu muito certo. O próprio móvel tem espaços para aparelho de som micro system e vídeo cassete (!), que hoje ficam completamente inutilizados.

Com todas essas defasagens, penso em remodelar meu quarto num futuro próximo. Ainda assim, gosto muito do meu cantinho. Os itens serão descritos da esquerda para a direita.

Garrafa d’água. Sempre ao alcance das mãos. Você já bebeu água hoje?

Porta-guardanapos Ikea Clear Fantastik Napkin Holder. A dock para notebook com o melhor custo-benefício que já vi. Por usar monitor externo, não preciso da tela do notebook ligada e ele ajuda a evitar superaquecimento. Esse modelo custou US$ 11,49 e foi um baita achado. Aliás, nos reviews desse produto na Amazon só tem gente usando dessa forma.

MacBook Pro 15” (mid 2014). Sim, é um notebook e eu uso com um monitor externo. Depois de uma sofrida dor na coluna, me obriguei a usar o computador apenas em uma mesa. Ainda assim, jamais trocaria por qualquer desktop: é ótimo poder levar seu computador principal para qualquer lugar.

Caixas de Som Logitech Z313. Odeio usar fones de ouvido em casa e ter uma qualidade boa de som é essencial.

Monitor Samsung U29D90D. Foi a melhor compra por impulso que fiz. Usar resolução 4K é algo simplesmente incrível, principalmente na hora de consultar algo enquanto escreve.

Magic Keyboard e Magic Trackpad. O teclado foi comprado em 2013 na DealExtreme, um modelo refurbished do original da Apple. E uma vez acostumado com o maravilhoso trackpad da Apple, não quis saber de mouse convencional ocupando minha mesa.

iPhone 6s Plus. Se não está na mesa, está no bolso (ou nas mãos).

Belkin Thunderbolt 2 Express Dock. Traz outra saída Thunderbolt, FireWire, placa Ethernet, entrada e saída de áudio e outras três USB 3.0.

Ramal de telefone sem fio Panasonic. A única coisa que acho legal é que a base também tem uma bateria, portanto o telefone funciona mesmo caso falte energia.

Controle de volume das caixas de som.

Anker PowerPort 5. Foi indicação do Paulo Higa. São cinco portas USB, com no total 40W de e 8A. Assim como outros dispositivos da marca, tem PowerIQ, que descobre o protocolo de carregamento do dispositivo e permite carregar na maior velocidade possível (exceto TurboCharger). É útil especialmente em viagens, evitando adaptadores desnecessários.

TV Sony 32” KDL-32W605A. Nela estão ligados um Chromecast 2, decodificador da GVT/Vivo e um WD TV Live Hub, que tem 1 TB de armazenamento de mídia.


Cibelly Aguiar

A (segunda) mesa da Cibelly Aguiar.
Local: home office.

Eu trabalho com marketing em um escritório e também estudo durante as manhãs. Sempre faço o possível para deixar minha mesa de casa relativamente organizada quando não estou usando, porque durante meu uso ela fica realmente bagunçada. Antigamente, fazia muito home office, mas acabei decidindo estar mais presente no escritório, o que otimizou meu espaço na mesa. Aqui, usava dois notebooks ao mesmo tempo, o meu uso pessoal e o meu de trabalho. [Nota do editor: a antiga mesa da Cibelly saiu aqui.]

Ainda há outra mesa nesse mesmo quarto de casa onde ficam dois computadores, um Asus rodando hackintosh (El Capitan) e um notebook Acer, rodando Windows 10, pois em um trabalho paralelo preciso do Windows.

Vamos aos itens da mesa:

MacBook Pro (late 2016, 15″ com TouchBar). Adquiri recentemente — só de ver no lançamento me apaixonei. É uma máquina fenomenal, embora tenha usado por alguns dias apenas. Infelizmente, no Brasil o preço é bem abusivo. Não que aqui na terra do tio Sam não seja, mas ainda assim, pelo menos cabe no orçamento.

Adaptador Satechi. O novo MacBook é maravilhoso, mas agora com as novas portas USB-C/Thunderbolt 3, fui obrigada a adquirir um adaptador para USB-A e HDMI. Ainda preciso comprar os de Ethernet, VGA e SD Card — não comprei ainda pois realmente não uso quase nunca nenhum desses.

Mouse Bluetooth Samsung S Action. Não sei onde foi comprado, pois meu irmão me deu de presente. É bem útil, ainda mais por ser Bluetooth e funcionar com qualquer dispositivo seja Android, Windows ou macOS.

HD Externo MyPassport da Western Digital. Tem 1 TB de armazenamento e é USB 3.0. Apesar de ser HDD, ainda me é útil e a velocidade é bem legal. Aprendi a fazer backup de tudo depois de várias perdas de arquivos importantes. Agora é HD externo + três provedores de serviços na nuvem.

Mousepad vermelho. Comprei na MicroCenter em Boston, cidade onde moro. Custou US$ 2, nem marca tem, mas é bem útil e o mouse rola bem na superfície dele.

Porta-copos. Deixo na mesa pois gosto muito de tomar chá, sucos e bebidas geladas, então para não marcar a mesa, é a melhor opção.

Miniatura do Empire State Building. Comprei em uma das visitas a NYC, numa daquelas lojas de souvenirs. Não pude resistir pois, para mim, é um dos arranha-céus mais bonitos do mundo.

Miniatura Cadillac Elmiraj. Sou apaixonada por carros e, de longe, a Cadillac é minha marca favorita. O Elmiraj é um conceito apresentado pela empresa que ainda não foi lançado, mas é muito bonito, então merece lugar.

Porta-trecos. Ali dentro tem um pouco de tudo. Lapiseiras, canetas, pendrivers, adaptadores, entre muitos outros.

iPhone 6s. Foi usado para tirar a foto, mas sempre está do meu lado na mesa. É um excelente aparelho, mas já estou morrendo de vontade de trocar pelo iPhone 7 Plus.

Flanelinha preta. Veio junto com o meu Asus que citei acima. Deixo ali para limpar as marcas de dedo no iPhone e Mac.


Mande a sua mesa de trabalho

Quer ver a sua mesa de trabalho aqui? Mande um e-mail para ghedin@manualdousuario.net, com o assunto “Mesa de trabalho”, contendo os seguintes itens:

  • Foto grande da mesa. No mínimo em 1920×1080, ou seja, proporção 16:9; quanto maior, melhor. Dicas: prefira tirar a foto de dia, com o auxílio do Sol, e se tiver uma câmera dedicada, prefira-a em vez da do smartphone.
  • Local. Onde fica a sua mesa, em casa ou na empresa/escritório? (Se for no seu local de trabalho, por favor, verifique com seu chefe antes se não tem problema. A última coisa que eu quero é causar a demissão de um leitor!) E se for numa empresa e puder, informe também o nome dela.
  • Descrição dos itens. O que tem na mesa, por que essas coisas estão nela, o que é legal/se destaca entre elas… enfim, explique-a para nós. Em texto corrido, com no máximo 500 palavras. (Use o Word ou Google Docs para monitorar o limite.)
Compartilhe:
  • Maicon Bruisma
    • Dio

      Boa amigo. Agora tudo ficou claro.

  • Luis Cesar

    Esses dispositivos inteligentes de carga são uma mão na roda. Eu tenho um da Aukey, com 4 portas USB AIO que da mesma forma que esse da Anker, vê o quanto de carga o dispositivo pode receber. Além de uma porta USB QC 2.0.

  • leosicos

    Gostei do dock para notebook do Lucas Braga. Já procurei algo do tipo, mas não encontrei, mandou bem!

  • Louis

    Essa mesa do Lucas Braga foi uma das mais legais que já passou pelo MdU. Gosto muito dessa ideia de reaproveitamento e móveis planejados (é mais ou menos assim comigo). Atualmente estou passando por isso, pois, vou trocar meus equipamentos para trabalho e o monitor que pedi é bem maior que o espaço disponível.

  • Esse monitor 4K não é IPS né? Tem algum problema com ângulos de visão? Eu queria comprar um monitor 4K, mas preciso atualizar meu notebook e vou esperar para comprar algo com USB-C: ligar apenas um cabo no notebook para usar em casa é meu sonho de consumo.

    Achei estranho ter um MacBook Pro e ainda usar um outro para Windows, não daria para usar um Parallels da vida…deve funcionar muito bem com 16GB de RAM e um processador quad-core.

    • Cibelly Aguiar

      Sim, ainda é necessário um Windows. Porque alguns softwares que uso requerem que o computador fique ligado 24 horas. E o MacBook é pessoal, Windows é trabalho.

  • Excelente post! vou adicionar uma flanelinha a lista de acessórios que manterei por perto.