PUBLICIDADE
O candidato derrotado à presidência do México, Andres Manuel Lopez Obrador (no centro), após entrevista nesta terça-feira (3):
O candidato derrotado à presidência do México, Andres Manuel Lopez Obrador (no centro), após entrevista nesta terça-feira (3): "Compraram milhões de votos"
Eleições

Aumentam as suspeitas de compra de votos no México

Milhares de pessoas lotaram os mercados do país para gastar cartões pré-pagos que foram dados de presente pelo partido que venceu a eleição presidencial

Milhares de pessoas lotaram mercados no México nesta quarta-feira (4) para gastar cartões pré-pagos que foram dados de presente pelo partido que venceu a eleição presidencial do país, inflamando as acusações de que a votação ocorrida no fim de semana foi marcada por compra de votos.

Na terça-feira, um membro do conselho do Instituto Federal Eleitoral (IFE), Alfredo Figueroa, afirmou que autoridades estão investigando os cartões. Membros do instituto afirmaram que estão cientes das tentativas de compras de voto. Figueroa também disse que irregularidades na contagem de votos podem levar à reabertura e recontagem dos votos em mais de 50 mil seções eleitorais, cerca de um terço das 143 mil envolvidas na eleição.

Algumas pessoas que estavam nas filas para utilizar os cartões afirmaram que os receberam em troca de apoio ao Partido Revolucionário Institucional (PRI), cujo candidato Enrique Pena Nieto venceu o pleito, de acordo com resultados preliminares.

Alegações de compras de voto não estão limitadas à capital do país, Cidade do México, e estão surgindo em diversos Estados. O Partido Ação Nacional (PAN) acusa a campanha de Peña Nieto de adquirir cartões pré-pagos que somam cerca de $ 5 milhões (71 milhões de pesos) para distribuí-los em troca de votos.

Maria Salazar, uma estudante universitária de 20 anos, foi a uma unidade da rede de supermercados Soriana com seu pai de 70 anos para gastar três cartões. Ambos disseram que receberam os receberam de presente em troca de fotocópias de seus títulos de eleitor.

"Isso é um escândalo... Eles compraram milhões de votos", afirmou o outro candidato que disputou o segundo turno, Lopez Obrador, do Partido da Revolução Democrática (PRD). Ele não reconheceu os resultados preliminares divulgados pelo IFE e já afirmou que vai pedir recontagem dos votos. As informações são da Associated Press.

PUBLICIDADE
    • SELECIONADO PELO EDITOR
    • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
    • QUEM MAIS COMENTOU
    Assine a Gazeta do Povo
    • A Cobertura Mais Completa
      Gazeta do Povo

      A Cobertura Mais Completa

      Assine o plano completo da Gazeta do Povo e receba as edições impressas todos os dias da semana + acesso ilimitado no celular, computador e tablet. Tenha a cobertura mais completa do Paraná com a opinião e credibilidade dos melhores colunistas!

      Tudo isso por apenas

      12x de
      R$49,90

      Assine agora!
    • Experimente o Digital de Graça
      Gazeta do Povo

      Experimente o Digital de Graça!

      Assine agora o plano digital e tenha acesso ilimitado da Gazeta do Povo no aplicativo tablet, celular e computador. E mais: o primeiro mês é gratuito sem qualquer compromisso de continuidade!

      Após o período teste,
      você paga apenas

      R$29,90
      por mês!

      Quero Experimentar
    VOLTAR AO TOPO