Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

eleição

Cédula eleitoral tem Chávez em primeiro e Capriles em último

Os eleitores devem assinalar na cédula de votação um partido e assim o voto será computado para o candidato apoiado pela agremiação

  • Folhapress
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, ocupará a parte superior da cédula eleitoral para a eleição presidencial no país, em 7 de outubro, enquanto o candidato opositor, Henrique Capriles, será o último a ser relacionado entre os oito postulantes.

No país, as cédulas eleitorais são classificadas por partidos e cada um deles trará a foto do candidato que representam. As 11 agremiações que apoiam Chávez vão ficar nas primeiras colocações da cédula venezuelana, enquanto as 22 que dão respaldo a Capriles, em último.

Os eleitores devem assinalar na cédula de votação o partido que apoiam de modo que o sufrágio siga para o candidato apoiado pela agremiação. Para facilitar o processo, são colocadas fotos dos presidenciáveis.

De acordo com o porta-voz da opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD), Juan Carlos Caldera, a decisão foi tomada pelo Conselho Nacional Eleitoral e, para isso, levou em consideração a quantidade de votos obtidos nas eleições anteriores.Como a maioria dos partidos de oposição boicotou o pleito de 2006, a quantidade de votos obtida no período computado é menor que a conseguida pelos partidos aliados de Chávez, o que pode ter sido usado como motivo para a posição inferior.

Boicote

Apesar das declarações, um dos partidos opositores, o Va Pa lante, escolheu aparecer na parte superior da cédula, o que foi impugnado pela aliança do presidente.

Em resposta, o representante do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), do atual mandatário, afirmou que os adversários boicotaram a escolha da lista devido ao desespero ao que chamou de "derrota certa de Capriles".

Na segunda, pesquisa do instituto Datanálisis apontou vantagem de 15 pontos entre Chávez e Capriles. De acordo com a sondagem, o atual mandatário tem 46,1%, contra 30,8% do adversário opositor. O número de indecisos é de 23%.

O levantamento foi feito com 1.300 venezuelanos aptos para votação entre 14 e 23 de junho, dias após a inscrição dos candidatos no Conselho Nacional Eleitoral.As pesquisas de opinião na Venezuela mostram o atual presidente na liderança, mas com vantagens oscilantes. Desde junho, os levantamentos apontam diferenças desde o empate técnico até 35 pontos de vantagem, dependendo do enfoque.

A vantagem mais elástica de Chávez é revelada por pesquisa da GIS XXI, que pertence ao ex-ministro Jesse Chacón, com 35 pontos, enquanto o empate técnico é evidenciado por sondagem da Consultores 21, instituto independente, mas que mantém relações com oposicionistas.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Mundo

  1. Michelle Martinez pode ficar até 70 anos na cadeia | Reprodução Fox News

    ESTADOS UNIDOS

    Mulher trans pode pegar até 70 anos de prisão após estupro de criança em banheiro

  2. Presidente da Argentina, Mauricio Macri, comemorou os resultados das eleições legislativas | MAXIMILIANO LUNA/AFP

    VOTAÇÃO

    Coalizão de Macri vence eleições na Argentina

  3. Alex e o grupo de motoqueiros que o levou até a escola | Reprodução

    estados unidos

    Após sofrer bullying, menino americano é escoltado por motoqueiros até a escola

PUBLICIDADE