Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Protesto

Governo da Áustria vai boicotar a Eurocopa

Medida é uma reação ao tratamento dado à ex-primeira-ministra Yulia Tymoshenko, que está presa e em greve de fome. Condenada por corrupção, ela diz ter sido espancada por guardas na prisão

 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

O governo da Áustria anunciou nesta quarta-feira (2) que vai boicotar todos os jogos de futebol da Eurocopa 2012 na Ucrânia em protesto ao tratamento dado à ex-primeira-ministra Yulia Tymoshenko, que está presa e em greve de fome.

"Nenhum membro do governo austríaco vai assistir aos jogos como forma de marcar nossa solidariedade", disse o vice-chanceler e ministro de Relações Exteriores Michael Spindelegger após uma reunião de gabinete.

Segundo ele, o objetivo do governo foi enviar um sinal político a Kiev.

A ex-primeira-ministra, de 51 anos, foi sentenciada a sete anos de prisão em outubro por corrupção, julgamento que, segundo muitos países do Ocidente, teve motivação política. Ela afirmou ter sido espancada por guardas da prisão.

No início da semana, o chanceler austríaco Werner Faymann disse que não assistiria a nenhum dos jogos da Eurocopa na Ucrânia, que é coanfitriã do torneio, juntamente com a Polônia.

O ministros dos Esportes, Norbert Darabos, disse também que não participaria de um amistoso anterior à competição, que vai acontecer em 1º de junho entre as seleções da Áustria e da Ucrânia, em Innsbruck.

Mas Spindelegger e Darabos descartaram a possibilidade de a Áustria receber alguns dos jogos da Eurocopa 2012 após especulações de que outros países da região poderiam intervir e pedir a substituição da Ucrânia. A Áustria foi coanfitriã da Eurocopa de 2008 junto com a Suíça. As informações são da Dow Jones.

Siga a Gazeta do Povo e acompanhe mais novidades

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Mundo

PUBLICIDADE
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais