Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

violência

Militar morre e eleva para três número de vítimas em protestos na Venezuela

Um jovem de 17 anos e uma mulher de 23 também foram baleados

  • Caracas
  • AFP
Cena de guerra em Caracas: mortes aumentam em meio ao caos político | Juan Barreto/AFP
Cena de guerra em Caracas: mortes aumentam em meio ao caos político Juan Barreto/AFP
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Um membro da Guarda Nacional morreu na noite desta quarta-feira (19) no subúrbio de Caracas, elevando a três o número de óbitos na jornada de protestos - opositores e chavistas - que sacudiu a Venezuela, informaram fontes oficiais.

“Acabam de assassinar um guarda nacional em San Antonio de los Altos, ‘os pacíficos’“, disse o dirigente chavista Diosdado Cabello em seu programa semanal de TV, ao responsabilizar os opositores ao governo do presidente Nicolás Maduro.

Durante esta quarta-feira, um jovem de 17 anos morreu no hospital após ser baleado por motociclistas que atacaram uma concentração opositora no bairro de San Bernardino, em Caracas.

Na cidade de San Cristóbal (oeste), uma jovem de 23 anos foi morta com um tiro na cabeça, segundo a promotoria.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Mundo

  1.  | STRAFP

    tensão

    Coreia do Norte avisa que guerra nuclear pode começar a qualquer momento

  2. O ditador venezuelano Nicolás Maduro | PRESIDENCIAAFP

    venezuela

    PT saúda Maduro e parabeniza “democracia” venezuelana por eleições

  3. Cachorra Izzy sobreviveu ao fogo que atingiu vinícolas na Califórnia | Reprodução

    califórnia

    Família achou que sua cachorra tinha morrido no incêndio. Mas ela estava os esperando

PUBLICIDADE