Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

story
Enkontra.com
PUBLICIDADE

peça de família

Noiva encontra vestido de 150 anos da bisavó após apelo viralizar no Facebook

Peça que está há quatro gerações na família da escocesa Tess Newall havia sido perdida pela lavanderia, mas postagem com 300 mil compartilhamentos ajudou a salvar o casamento em Edimburgo

Com quase 150 anos de idade, vestido foi usado por Tess Newall em seu casamento no ano passado. | ReproduçãoFacebook Tess Newall
Com quase 150 anos de idade, vestido foi usado por Tess Newall em seu casamento no ano passado. ReproduçãoFacebook Tess Newall
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Imagine a situação: você leva o vestido de casamento feito pela sua bisavó há quase 150 anos para a lavanderia, e, de repente, o local vai à falência e a peça acaba perdida. Essa foi a situação enfrentada por Tess Newall, que, felizmente, conseguiu recuperar a relíquia depois de um apelo no Facebook viralizar.

Moradora de Edimburgo, na Escócia, Tess usou o vestido em seu casamento, em 2016. Por isso, quando descobriu que não estava mais na lavanderia onde foi deixado, ela fez uma postagem no Facebook contando a história.

“Parece que o vestido foi levado para ser vendido, então ele pode estar em qualquer lugar. Por favor, compartilhe o post para essa mensagem chegar muito longe, caso alguém o encontre”, diz a publicação, que teve mais de 300 mil compartilhamentos na rede social.

Por conta do alcance da mensagem, o proprietário do imóvel alugado pela lavanderia acabou descobrindo a história. Ele fez algumas buscas na propriedade, e, ao contrário do que disse a empresa Wylie & Bisset, responsável pela administração da loja, o vestido estava por ali, em uma pilha de roupas no chão.

Depois que o homem entrou em contato por telefone, a Wylie & Bisset entregou a peça na casa de Tess na última segunda-feira (13).

Busca incansável

Antes de criar a publicação no Facebook, Tess já tinha tentado recuperar o vestido de vários jeitos diferentes. Em entrevista à BBC, contou que seu pai levou vestido para a lavanderia em setembro do ano passado. Depois do fim do prazo estipulado pela empresa para o serviço- de oito a dez semanas, ele ligou várias vezes para perguntar se estava pronto. Em todas, recebeu resposta negativa da lavanderia. Em janeiro, quando família finalmente decidiu ir até a loja, descobriu que estava fechada.

Foi só então que a empresa disse que algumas peças deixadas na loja estavam sendo entregues aos seus donos. Mas várias - entre elas, o vestido - estavam sem identificação, e acabaram sendo vendidas. Tess estava prestes a procurar a polícia, quando resolveu tentar o apelo no Facebook.

Relíquia da família, o vestido foi feito em 1870 pela bisavó de Tess, e ficou guardado por anos antes de ser usado no casamento.“Minha família não tem como agradecer o alvoroço que vocês fizeram, que foi o que nos permitiu entrar na loja antes que fosse tarde demais”, agradeceu no Facebook, depois de recuperar a peça.

Colaborou: Cecília Tümler

Siga a Gazeta do Povo e acompanhe mais novidades

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Mundo

PUBLICIDADE