Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

eleição nos eua

Pesquisa causa estranheza ao mostrar Obama 13 pontos à frente

Pesquisa Bloomberg dá 53% das intenções de voto para Obama, contra 40% para Romney. A maioria das pesquisas mostra atualmente uma vantagem de no máximo dois pontos percentuais para um ou para outro

 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Após várias semanas de pesquisas nacionais mostrando empate técnico na disputa presidencial norte-americana, um levantamento divulgado nesta quarta-feira (20) causou estranheza ao apontar uma vantagem de 13 pontos percentuais do democrata Barack Obama, candidato à reeleição, contra o rival republicano Mitt Romney. A pesquisa Bloomberg dá 53 por cento das intenções de voto para Obama, contra 40 por cento para Romney, entre pessoas com intenção de votar. A maioria das pesquisas mostra atualmente uma vantagem de no máximo dois pontos percentuais para um ou outro candidato. Uma média feita pelo site RealClearPolitics.com aponta Obama com 46,6 por cento, e Romney com 44,4 por cento. A Bloomberg admitiu que seu resultado está muito diferente de outras pesquisas. A Reuters é concorrente da Bloomberg News. A própria campanha de Obama, que poderia explorar a boa notícia, questionou o resultado. "Se eu acho que temos uma vantagem de 13 pontos? Não", disse uma fonte da campanha democrata a jornalistas em Washington. Nas últimas semanas, Romney vem crescendo nas pesquisas e obtendo mais doações eleitorais que o rival. A campanha de Obama prevê que a disputa será acirrada, refletindo a aguda divisão nos EUA entre eleitores democratas e republicanos. Especialistas disseram que não há nada na amostra da Bloomberg que explique o resultado extraordinário. Chris Jackson, do instituto Ipsos, que faz pesquisas para a Reuters, explicou que eventualmente algum levantamento surge fora do chamado intervalo de confiança. "Parece na superfície que está tudo certo, então nosso palpite é que é uma daquelas pesquisas, os tais 5 por cento, que simplesmente dão resultados esquisitos", afirmou.

Avaliação A pesquisa da Bloomberg indica uma má avaliação do eleitorado acerca da gestão econômica feita por Obama, com seis em cada dez eleitores dizendo que o país vai na direção errada. Mas apenas 39 por cento veem Romney de forma favorável, enquanto 48 por cento o veem de maneira negativa. Segundo a Bloomberg, isso pode refletir o desgaste sofrido pelo republicano durante a longa disputa interna pela indicação partidária. A pesquisa da Bloomberg foi feita entre os dias 15 e 18 de junho pelo respeitado instituto Selzer & Co., de Iowa, junto a uma amostra de 1.002 norte-americanos maiores de 18 anos. O levantamento foi feito depois de Obama anunciar uma nova política que impedirá a deportação de centenas de milhares de jovens imigrantes ilegais, e enquanto Romney percorria de ônibus Estados estratégicos do Meio-Oeste. Entre os entrevistados, havia 734 prováveis eleitores, com uma margem de erro de 3,6 pontos percentuais para mais ou menos.

Siga a Gazeta do Povo e acompanhe mais novidades

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Mundo

PUBLICIDADE
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais