Assinaturas Classificados
Assinaturas

Publicidade
Coluna do leitor

Mais Médicos 1

Publicado em 29/10/2013 |
  • Comentários

Com a quantia gasta para realizar esse “investimento” nos médicos cubanos, quantos hospitais e pronto-atendimentos poderiam ser construídos ou melhorados? Por que nossa presidente tomou uma atitude tão radical, se não houve nenhuma catástrofe no país?

Barbara Bredow

Mídias Sociais

Biografias

“Se algum biógrafo distorcer os fatos, tem aí a Justiça e processos que podem resolver a questão. Figuras púbicas são de domínio público.”

Rosilene Baggio, no Facebook, comentando o editorial de ontem sobre as biografias.

Enem

“Tantas coisas acontecendo no cenário político e econômico do país que mereciam ser temas de redação, e o Enem traz essa proposta pobre, com argumentos superficiais e discutida há anos.”

Ernando Damasceno, no Facebook, sobre a redação do Enem.

Caso Tayná

“Justiça no Brasil só serve em casos de pensão, aluguel atrasado e trabalhista. Do resto, esqueça.”

Rafael Ceolim, no Facebook, sobre a ordem da Justiça para soltar os policiais acusados de tortura no caso Tayná.

Contribua você também com sua opinião por meio da página da Gazeta do Povo no Facebook www.facebook.com/gazetadopovo ou do perfil no Twitter twitter.com/gazetadopovo

Mais Médicos 2

Sugiro entrevistar os estudantes que irão prestar vestibular de Medicina na semana que vem. Por que não respeitamos os nossos jovens brasileiros que estão tentando ingressar, às vezes por anos, nas mesmas vagas universitárias que são oferecidas há 42 anos? Por que não se dá mais oportunidades a esses jovens para fazer o tão sonhado curso de Medicina?

Denise Lorenzon Sferelli

Biografias

Enquanto o governo, nossos intelectuais e o STF discutem com afinco a liberação de biografias não autorizadas, inúmeros projetos importantes para nossa economia e desenvolvimento estão engavetados. Estou decepcionado com nossos ícones da MPB, que viveram os períodos sombrios da ditadura e, já milionários, preocupam-se somente com direitos autorais ou biografias, enquanto a corrupção, a impunidade e o descaso atingem níveis alarmantes.

Daniel Marques, historiador, Virginópolis – MG

Lei da Anistia

Discordo do ponto de vista antirrevisionista do editorial (Gazeta, 26/10). Trata-se de uma lei que foi preparada pelo próprio regime autoritário; ilegítima, portanto, pois visava acobertar os autores dos crimes cometidos pelo Estado (este, sim, terrorista) para deixar impunes as autoridades da hierarquia superior (militares, ministros e juízes). Como comparar o poder daquele Estado com as suas vítimas? Democracia não é frouxidão ética.

Dimas Floriani

Litoral do Paraná

É um absurdo ainda não terem construído uma ponte para a travessia Caiobá-Guaratuba. Tanto transtorno, tanta espera, tanta animosidade que irrita, tudo por 3 quilômetros, no máximo, de ponte. Deve haver muitos interesses escusos, e quem paga por tudo isso é o usuário.

Maria Scarabelot Kobylarz

Eleições 2014

A pesquisa Ibope demonstra, a princípio, que a tal aliança Campos-Marina não causou o impacto político esperado. Dilma não perdeu tempo e estrategicamente pôs o pé na estrada. A presidente conta, a seu favor, com a possível antipatia e a debandada de grande parte do eleitorado de Marina após a formalizada união entre o PSB e a não criada Rede. Ambientalistas não estão conseguindo digerir as núpcias com um partido antagônico ao projeto político de “sustentabilidade” e que conta com ruralistas.

Marcelo Rebinski, historiador

“Cortina de Ouro”

Ótimo artigo de Cristovam Buarque (Gazeta, 25/10). Não é possível que nossa sociedade, tão rica, ainda admita que uma pessoa morra de fome; lembro de um professor que sempre dizia que socialismo é a distribuição da riqueza e não da pobreza; isso também desponta para qualquer um que estude Marx e seus textos.

Maurício Antunes Ariede

Partidos e famílias 1

O controle partidário por famílias de políticos não ocorre somente no Paraná. A população precisa estar atenta a isso, pois, como ocorre com a família Barros (Gazeta, 26/10), depois de eleitos eles contam com um poder de barganha muito maior, como sempre prejudicando a população paranaense nas decisões mais importantes.

Carlos Henrique de Oliveira

Partidos e famílias 2

Este é o retrato político-partidário: partidos criados que não disputaram nenhuma eleição, mas cujas bancadas são maiores que as dos partidos tradicionais. Quem se elege cria seu espaço. Chantagem para fazer parte do Executivo, em cada estado ou município, com acordos que dependem das conveniências.

Irineu Zandoná

Vandalismo 1

A OAB, que sempre defende esses vândalos, deveria informar também como as vítimas do vandalismo podem recorrer à mesma OAB para pleitear as indenizações pelos prejuízos. É o mínimo que a nobre instituição deve providenciar para a sociedade justa, trabalhadora e honesta.

Jorge Tauil

Vandalismo 2

Sempre achei o Judiciário leniente, além de ser um feudo em que avós, pais e netos fazem carreira, de desembargadores a juízes, e assim por diante. Acovardam-se na hora de julgar os vândalos, assim como em outras situações.

Elimar Piratelo

Manifestações

Qual a diferença entre manifestação e desfile? Se não houver diferença, que se convide todos os políticos e funcionários públicos corruptos e ladrões para participar dos mesmos. Ficará como está e sempre esteve. Para que mudar? Afinal, a Justiça não é igual para todos, como vimos no mensalão.

Valdemir Bittencourt

Testes em animais 1

Um sujeito que é capaz de planejar e assaltar centros de pesquisa ou locais de prática dos cursos de Medicina deveria ser suficientemente inteligente para entender que, sem a “colaboração” de animais, é impossível testar a eficácia dos medicamentos ou formar um bom médico.

Minoru Takahashi, Maringá – PR

Testes em animais 2

Como bióloga, fiz um juramento de preservar todas as formas de vida, inclusive a da espécie humana. Atualmente, em nosso país, a vida humana vale pouco ou quase nada, pelo menos perante a Justiça, que pouco faz para punir quem a violenta ou a extermina. O pior é que, além da Justiça, parece que este sentimento está se alastrando entre os brasileiros, como na carta de uma leitora sugerindo que os testes deveriam ser feitos com seres humanos (Gazeta, 28/10). Chegamos ao século 21 com pessoas que ainda insistem no obscurantismo científico e compartilham de alguns princípios hitleristas que se acreditava sepultados havia mais de 50 anos.

Adriana Lacerda Twerdochlib

Antonio Belinati

“A justiça tarda, mas não falha”, frase válida somente para os que não são políticos, pois, ao ver este senhor completar 70 anos, com prescrição das acusações e crimes de fraude no passado, a Justiça deixou placidamente passar o tempo, e por uma “falha” nas nossas leis pífias contemplou mais um que sai livre sem ser investigado. Vamos ver o próximo a ser beneficiado!

Dionisio Francisco Grabowski

FMI

O FMI cobrou do governo brasileiro um aperto fiscal, já que sua dívida pública está fora de controle. Pegaram do governo FHC R$ 650 bilhões; agora, chegou a R$ 2 trilhões, e o pagamento de R$ 250 bilhões de juros aos banqueiros brasileiros que aplicam nos títulos do governo e os agiotas internacionais. Eles ficam com o bônus e nós, com o ônus da fome e da miséria. O leilão do pré-sal virou uma farra eleitoreira, pois somente daqui a 35 anos teremos o retorno dos investimentos citados pela presidente, o tal R$ 1 trilhão, e para piorar a Petrobras, que ficou com 40% da partilha de Libra, foi citada pelo Bank of America como a empresa nao financeira mais endividada do mundo. Esse é o retrato do Brasil hoje, que não investe em educação, saúde, não cuida do meio ambiente nem de saneamento básico, e cuja violência urbana mata mais pessoas do que a guerras da Síria, do Iraque e do Afeganistão.

José Pedro Naisser

Hospital de Clínicas

Essa é apenas uma forma de justificar a privatização e a terceirização deste hospital (Gazeta, 25/10).Vamos cair na ineficiência e no péssimo atendimento das redes conveniadas dos consórcios de atendimento. A impressão é de que estamos sendo atendidos de graça, como um favor, e não como um serviço público pago pelos impostos dos usuários. É uma pena, pois esse hospital tem excelente qualidade de atendimento, com acompanhamento multidisciplinar e serviço social integrado.

Eliane Caviquioli

Nomes sociais

Pessoas transexuais geralmente tem aparências e nomes sociais que muitas vezes não correspondem aos que estão nos documentos oficiais. Neste último Enem, pessoas transexuais passaram por constrangimentos, pois algumas delas, ao mostrar as carteiras de identidade ao fiscal, foram barradas e acusadas de falsidade ideológica. O ideal seria um cadastro biométrico dos candidatos, com uma máquina na porta que pudesse identificar a impressão digital de cada um. A foto da carteira da identidade pode mudar, mas a impressão digital nunca.

Luciana do Rocio Mallon

Canhão do Paraguai

Se rancores pretéritos não edificam nações, que tal, em vez de simplesmente devolver o canhão El Cristiano – mais que patrimônio público, patrimônio histórico brasileiro –, fazer uma troca com o navio brasileiro Anhabahy, que também está exposto como troféu de guerra na cidade de Vapor Cué, no Paraguai? Uma reciprocidade na boa fé seria bem mais positiva na relação entre os dois países.

Márcio Mesquita

Espionagem

Recebi um telefonema de uma instituição bancária nacional oferecendo-me cartão de crédito, sem custo. Até aí, vai. O espantoso é que a pessoa tinha todos os meus dados pessoais. Perguntei ao atendente como os tinha obtido, pois não sou cliente do referido, e ele respondeu-me que foram fornecidos pelo INSS (sou aposentado)! O governo reclama da espionagem dos gringos, mas criminosamente cede dados de seus cidadãos.

Telmo R. Bradasch

Rastreamento

Como é possível a Polícia Federal fiscalizar e rastrear o uso de aparelhos celulares em provas e concursos (Gazeta, 27/10), enquanto nos presídios e penitenciárias isso não acontece?

Marcelo Papp

Infraestrutura

Dias atrás houve um grande congresso de psiquiatria e a nossa cidade, mais uma vez, deixou a sua marca: sem táxi e sem hotel. Congressistas tiveram de se hospedar até em Ponta Grossa, a 120 km. E na Copa não vai ser diferente.

Ademilson Becker

Viagem à Rússia

É um colossal disparate, contrassenso, inutilidade e desfaçatez a viagem de um senador e de uma senadora à Rússia, a pretexto de tentar elucidar e contribuir para a libertação da bióloga brasileira. Gasto tolo e desnecessário. Enquanto isso, seguindo as ordens do TCU, a impoluta Mesa Diretora do Senado fere direitos adquiridos de servidores, cortando parte de seus salários. É sempre assim, os senadores fazem o que bem entendem, viajam pelo Brasil e pelo mundo, todos empenhados em solucionar os problemas do país e do planeta. Para os senadores, pouco importa sangrar os corações dos funcionários e suas famílias.

Vicente Limongi Netto, Brasília – DF

Serra Pelada

O leitor Thiago Schlichta, na Coluna do Leitor (Gazeta, 27/10), comentou o filme Serra Pelada e afirmou que a mina de ouro de Paracatu (MG) é exemplo de cumprimento das leis trabalhistas e ambientais. Trata-se de um empreendimento agressivo ao meio ambiente e à população dessa cidade, com exalação de arsênico, cianeto e metais pesados, e que não toma medidas de precaução e de prevenção.

Márcio José dos Santos

* * * * * *

As mensagens devem ser enviadas à Redação com identificação do autor, endereço e telefone. Em razão de espaço ou compreensão, os textos podem ser resumidos ou editados. O jornal se reserva, ainda, o direito de publicar ou não as colaborações.Rua Pedro Ivo, 459 - Centro • Curitiba, PR - CEP 80010-020 • Tel.: (41) 3321-5999 - Fax: (41) 3321-5472.

      • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
      • QUEM MAIS COMENTOU
      Publicidade
      Publicidade
      «

      Onde e quando quiser

      Tenha a Gazeta do Povo a sua disposição com o Plano Completo de assinatura.

      Nele, você recebe o jornal em casa, tem acesso a todo conteúdo do site no computador, no smartphone e faz o download das edições da Gazeta no tablet. Tudo por apenas R$ 69,30 por mês no plano anual.

      SAIBA MAIS

      Passaporte para o digital

      Só o assinante Gazeta do Povo Digital tem acesso exclusivo ao conteúdo do site, sem nenhum custo adicional ou limite.

      Navegue com seu celular ou baixe todas as edições no tablet - um novo jeito de ler jornal onde você estiver.

      CLIQUE E FAÇA PARTE DESSE NOVO MUNDO

      »
      publicidade