Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

COLUNA DO LEITOR + VER MAIS COLUNAS

Coluna do Leitor – 29/5/2017

Vandalismo

  • leitor@gazetadopovo.com.br
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Todos sabem que os 500 ônibus com manifestantes desembarcados em Brasília na terça, dia 24, vindos de todo o país, foram financiados por grupos que se sentem ameaçados pela supressão de privilégios particulares que lhes eram garantidos pelos governos petistas. Muitos não estavam lá para se manifestar, mas para depredar patrimônios, ameaçando funcionários e interrompendo expedientes. Baderna pura.

Paulo Roberto Gotaç

Claudia Cruz

Tá ficando ruim para os paneleiros. Primeiro carregaram uma faixa “Somos todos Cunha”, e deu no que deu. Usaram uma camisa onde se lia “a culpa não é minha, eu votei no Aécio”, e deu no que deu. Foram às ruas pedir a entrada do Temer no poder, e deu no que deu. Agora o Moro absolve a mulher do Cunha...

Ricardo Coimbra

Irmãos Batista

Recado ao STF: queremos as cabeças dos irmãos Batista numa bandeja – simbolicamente, é claro! Tamanha impunidade não está sendo digerida nem compreendida pela população. Janot e Fachin passaram uma imagem de Judiciário que só depõe contra o mesmo! A explicação para tamanho privilégio não convence.

Mara Montezuma Assaf

Ajuste fiscal

Na eleição, Greca tinha solução para tudo e, se investimentos não eram feitos, era por pura falta de gestão. Tudo seria solucionado rapidamente e Curitiba voltaria a sorrir. Bastou sentar na cadeira de prefeito e o discurso mudou: a arrecadação não é suficiente e os “aspones” de todos os escalões não podem ser reduzidos.

Adelmo Ceruti

Brasil 1

Sobre o artigo de José Pio Martins (Gazeta, 25/5), concordo que cidadania e mais amor pelo seu país são importantes. Mas o que faz muita falta para o Brasil é ter governos verdadeiramente liberais, que valorizem a livre iniciativa e o mérito das pessoas. Até hoje, o que tivemos foram governos excessivamente controladores, em maioria com viés de esquerda, que acreditam que os cidadãos são como crianças que merecem ser tuteladas (só ver a quantidade de leis, e a qualidade das mesmas) e que interferem demais, em tudo. Como resultado, muitos ficam esperando que o Estado resolva os seus problemas e não correm atrás das soluções.

Marcello Machado e Dias

Brasil 2

O Brasil precisa desenvolver um cultura de respeito ao próximo, incluindo o respeito aos bens públicos e alheios. Esse negócio de sair ganhando à custa dos outros é um pensamento pobre que faz atrofiar o desenvolvimento de uma sociedade, socialmente e economicamente.

Adriana Fabiola Minutillo

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Opinião

PUBLICIDADE