Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Polêmica

Deputado diz que horário de verão só é bom para os “folgados”

Alfredo Kaefer (PSL-PR) espera que o governo rejeite a mudança no horário e pretende apresentar projeto de lei para evitar alterações nos próximos anos

  • Katia Brembatti
Movimentar os bares, na opinião do deputado Alfredo Kaefer (PSL-PR), seria uma das poucas vantagens do horário de verão. | Daniel Derevecki / AGP/Daniel Derevecki / AGP
Movimentar os bares, na opinião do deputado Alfredo Kaefer (PSL-PR), seria uma das poucas vantagens do horário de verão. Daniel Derevecki / AGP/Daniel Derevecki / AGP
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

A possibilidade de o presidente Michel Temer decidir, com uma canetada, acabar com o horário de verão é comemorada pelo deputado federal Alfredo Kaefer (PSL-PR). O parlamentar paranaense se posiciona contra a alteração temporária há muitos anos. Em discurso na Câmara Federal, em 2009, ele já havia dito que os benefícios são menores que os prejuízos. Mas agora Kaefer aproveitou a deixa do governo federal para se insurgir contra o horário de verão.

O deputado considera que a maior parte dos brasileiros sofre com a mudança, levando um mês para se acostumar com a antecipação de horário e, ao fim do período, mais 30 dias para se readaptar. “Há perda de produtividade. Nas empresas e nas escolas. Os alunos viram verdadeiros zumbis”, comenta.

[O horário de verão] só é bom para os folgados, que saem mais cedo, e vão para os bares beber

Alfredo Kaefer deputado federal

Kaefer considera a mudança de horário uma “estupidez governamental”, que precisa acabar. “Traz aparentemente uma economia, que é muito pequena, medíocre, em relação aos danos que causa nas atividades do cotidiano”, comenta. “Só é bom para os folgados, que saem mais cedo, e vão para os bares beber”, acredita. E acrescentou que pode ser benéfico, eventualmente, para quem quer se exercitar. Como argumento, ele também usa o “risco de assalto”. Segundo o deputado, as pessoas que precisam trabalhar cedo vão para as ruas ainda escuras, por causa da antecipação do horário.

LEIA TAMBÉM: MP processa 34 deputados por imprimir cartões de natal e de aniversário na Assembleia

Questionado se chegou a apresentar alguma proposta formal para acabar com o horário de verão, ele reconhece que faltou “coragem política”, alegando que é um tema sensível para a população. Mas agora, diante da iniciativa do governo federal, Kaefer afirma que vai protocolar um projeto de lei para tentar garantir que nunca mais seja autorizado o horário de verão. “Minha proposta é que tenha, no máximo, uma flexibilização em algum ano que tenha um caso de escassez energética”, avisa. Ele acredita que seria mais eficiente que o governo investisse em campanhas educativas para economizar energia.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Política

  1.  | Pixabay/Creative Commons

    vem pra rua

    Tchau, queridos: eleição de 2018 terá ‘Serasa’ de políticos em quem não votar

  2. Fábio Camargo se manteve no cargo de conselheiro do TCE por meio de uma liminar  do Supremo Tribunal Federal (STF). | Albari Rosa / Gazeta do Povo

    reviravolta

    TJ-PR reverte decisão que anulava eleição de Fabio Camargo para o TCE

  3.  | Jaélcio Santana/Força Sindical

    Mudança na lei

    Imposto sindical vai acabar. Mas espere até conhecer a contribuição negocial

PUBLICIDADE