Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

questão fundiária

Protesto contra reintegrações de posse sitia a cidade de Pinhão

Moradores denunciam que os protestos que bloqueiam rodovias – e têm apoio do MST - estão prejudicando o acesso à cidade

  • Da redação
Integrantes do MST e posseiros bloqueiam as rodovias que dão acesso a Pinhão | Cortesia da Rádio Pioneira Pinhão
Integrantes do MST e posseiros bloqueiam as rodovias que dão acesso a Pinhão Cortesia da Rádio Pioneira Pinhão
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Bloqueios de rodovias estão sitiando a cidade de Pinhão, na região Centro Sul do Paraná. Segundo informações da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), manifestantes com apoio do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) bloqueiam as PRs 170 e 459, que ligam o município. O único caminho de saída seria pelas vias rurais, que não são pavimentadas.

Segundo o soldado Júlio Cesar Santos, da PRE, os bloqueios acontecem desde a manhã de quarta-feira (6) no km 395 da PR-170 (entre Pinhão e Guarapuava) e no km 32 da PR-459 (entre Pinhão e Reserva do Iguaçu). Ele afirmou que o superintendente do Incra está no local negociando com os manifestantes.

O funcionário de um posto de combustível da cidade disse que somente ambulâncias são autorizadas a passar pela PR-170. Se a estrada não for liberada em três dias, vai começar a faltar combustível, estimou ele.

Os moradores usam caminhos alternativos, de estrada de chão, para se locomover. Mas, mesmo alguns pontos dessas estradas de terra estão bloqueados.

LEIA MAIS:CNA condena vandalismo dos sem-terra em fazenda de paranaenses na Bahia

Os protestos são motivados por uma série de reintegrações de posse realizadas na região. Segundo informações do deputado estadual Tadeu Veneri (PT), o processo foi suspenso judicialmente após a forte reação aos primeiros despejos na área.

Procurado pela Gazeta do Povo, o MST confirmou a participação no movimento e que se trata de um apoio aos posseiros de Pinhão. Segundo a coordenação do movimento, a intenção é manter os bloqueios até que haja uma solução para a situação.

Além da atuação no entorno da cidade, também haveriam bloqueios apoiados pelo MST nas ligações de Quedas do Iguaçu a Chopinzinho (PRs 475 e 281) e na e Rio Bonito do Iguaçu a Saudade do Iguaçu (PR-158). No entanto, a reportagem não conseguiu confirmar com a PRE estes bloqueios.

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2017/12/07/Parana/Imagens/Vivo/20171207-bloqueio-rodovias-parana-mst (2).jpg
Fila de carros se forma após o bloqueioCortesia da Rádio Pioneira Pinhão

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Política

PUBLICIDADE