Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Cidadania

Como o homem mais rico do Brasil formou uma rede de “futuros presidentes”

Jorge Paulo Lemann diz que espera uma participação política importante dos estudantes patrocinados por sua fundação

  • Infomoney
 | FELIPE RAU - ESTADÃO CONTEÚDO
FELIPE RAU - ESTADÃO CONTEÚDO
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

“Espero que algum bolsista da Fundação Estudar venha a ser presidente do Brasil e arraste vários outros com ele”, sorri Jorge Paulo Lemann na apresentação do Encontro Anual da sua “fundação favorita”. Caso não seja, ele tem uma certeza: “eles vão participar da grande transformação que o Brasil vai sofrer no ano que vem e nos próximos”.

Em visita ao país natal, o homem mais rico do Brasil, que atualmente mora na Suíça, falou sobre sua “cria” após breve apresentação dos resultados mais recentes da Fundação. “Trinta anos atrás eu resolvi que ia dar bolsas de estudo para algumas pessoas. Quando eu perdi o controle de para quem estava dando essas bolsas criei, junto com o Beto [Sicupira] e o Marcel [Telles], a Fundação”, resume Lemann.

Vinte e seis anos depois, a Fundação caminha com as próprias pernas. Neste ano, o número de candidatos às bolsas oferecidas chegou a 84.107, transformando o programa Líderes Estudar em um dos mais concorridos do país. “Quando eu, o Beto e o Marcel já não estivermos mais aqui a Fundação vai continuar atingindo os maiores talentos do Brasil com certeza”, garante.

Além das bolsas, esse programa, cujo nome foi alterado recentemente, oferece mentoria e estimula o networking entre membros e uma rede de profissionais parceiros da Fundação. São 650 membros atualmente, participando ativamente de atividades voltadas à geração de ideias de impacto.

“Boa parte das melhores universidades ainda estão fora do Brasil. Queria encontrar pessoas com vontade de estudar nas melhores instituições do mundo, voltar e fazer algo pelo país”, disse também Lemann na apresentação. O Estudar Fora, segunda frente de atuação da Fundação, é outro esforço nesse sentido. Dentro dele, há dois produtos: um site com detalhes sobre a preparação e conteúdo inspirador a candidatos; e o Prep Estudar, apoio individualizado gratuito a “jovens com excelência acadêmica que desejam cursar a graduação fora”, explica a Fundação.

Por outro lado, a Fundação foca ainda no mercado de trabalho através do Estudar Na Prática. Esse pilar oferece conteúdo gratuito no site, cursos e conferências voltados a universitários e recém-formados, de forma a auxiliar nas tomadas de decisão profissionais.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Política

PUBLICIDADE