Blog / 

Rodrigo Constantino
Rodrigo Constantino

Um blog de um liberal sem medo de polêmica ou da patrulha da esquerda “politicamente correta”.

Artigos

Como Thatcher sabia, lugar de mulher é no tanque!

Thatcher já sabia: lugar de mulher é no tanque!

Thatcher já sabia: lugar de mulher é no tanque!

Hoje é o Dia Internacional da Mulher, e várias feministas aproveitam para investir no clima de “guerra dos sexos”, como se a relação entre homem e mulher fosse uma espécie de “luta de classes” marxista. Essas feministas raivosas sequer deveriam celebrar o Dia da Mulher, e sim o Halloween, mais apropriado às bruxas. Mas brincadeira à parte, vou prestar aqui minha homenagem a todas as mulheres enaltecendo uma só, aquela que foi a maior estadista do século XX, ao lado de Reagan e Churchill.

Falo, claro, de Margaret Thatcher. E o simples fato de que alguém com tal perfil não é símbolo das feministas demonstra como o movimento feminista não tem mais nada a ver com direitos, liberdade ou empoderamento das mulheres, e sim com o esquerdismo. Thatcher era conservadora, valorizava a família, o capitalismo, o empreendedorismo, e isso a torna uma inimiga das feministas. Mesmo que tenha rompido várias barreiras para se tornar a mulher mais poderosa do Reino Unido, quiçá do mundo!

É que Thatcher não bancava a vítima oprimida do sexo frágil. E o esquerdismo tem tudo a ver com o vitimismo, com a “marcha dos oprimidos”. Thatcher inclusive desprezava as feministas, que também a desprezavam. Ela dizia não dever nada ao movimento feminista, e estava certa: suas conquistas foram suas, não resultado de raivosas queimando sutiãs ou esfregando os peitos na cara de padres velhinhos.

Foi assim que a mulher mais poderosa e com grande legado a mostrar passou a ser rejeitada e ignorada pelas feministas, que supostamente lutam pelo “empoderamento” das mulheres. Parêntese: não respeito feminista que fala em “empoderamento” da mulher e defende leis desarmamentistas. O que mais além de uma arma pode garantir tanto poder de igualdade a uma mulher, quando homens mais fortes resolvem estuprá-la ou assaltá-la? Fecho o parêntese.

E por falar em seu legado, eis uma palestra que fiz ao IFL-SP justamente sobre isso:

Viva Thatcher! Uma mulher de verdade, corajosa, competente, com os valores corretos e capaz de entregar bons resultados. Tudo aquilo que as feministas mais detestam…

Rodrigo Constantino

PUBLICIDADE

Sobre / 

Rodrigo Constantino
Rodrigo Constantino

Economista pela PUC com MBA de Finanças pelo IBMEC, trabalhou por vários anos no mercado financeiro. É autor de vários livros, entre eles o best-seller “Esquerda Caviar” e a coletânea “Contra a maré vermelha”. Contribuiu para veículos como Veja.com, jornal O Globo e Gazeta do Povo. Preside o Conselho Deliberativo do Instituto Liberal.

Saiba Mais

Arquivos

informe seu email e receba nosso conteúdo gratuito