Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Autismo

Famílias e médicos vão às ruas para gerar conscientização sobre o autismo

Intenção é chamar a atenção do poder público para o transtorno, que atinge uma em cada 88 crianças

  • Adriana Czelusniak
Durante a mobilização, além do cadastro de pessoas com autismo foi feita a divulgação do distúrbio a quem passava pela Rua XV de Novembro. |
Durante a mobilização, além do cadastro de pessoas com autismo foi feita a divulgação do distúrbio a quem passava pela Rua XV de Novembro.
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Famílias e médicos vão às ruas para gerar conscientização sobre o autismo

Na manhã desta terça-feira (02), Dia Mundial de Conscientização do Autismo, médicos, entidades assistenciais e familiares de pessoas com autismo foram à Boca Maldita, na Rua XV de Novembro, em Curitiba, para chamar a atenção para o problema de saúde pública que atinge 70 milhões de pessoas, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU).

Leia mais sobre o assunto na matéria Adultos convivem com o autismo sem saber

Médicos do ambulatório do Centro de Neuropediatria (Cenep) do Hospital de Clínicas também montaram um centro de cadastro no local para registro de pessoas com autismo no estado.

Segundo a psiquiatra da infância e adolescência Mirian de Cesaro Rever Biasão, o cadastro é uma ferramenta importante para justificar as necessidades de medidas voltadas para a inclusão e atendimento desses pacientes. “Queremos levar esses dados ao poder público para conseguir atendimento gratuito e de qualidade, que hoje não existe”, diz Mirian.

Também estiveram presentes a secretária Mirella Prosdocimo da Secretaria Especial dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Rosimere Benites, presidente da Associação de Atendimento e Apoio ao Autista (Aampara), assim como representantes de outras entidades como a União de Pais Pelo Autismo (Uppa).

Projeto de Lei

Está prevista para esta terça-feira, na Assembleia Legislativa, a votação do Projeto de Lei que institui diretrizes para a Política Estadual de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista.

Segundo o autor do projeto, o deputado estadual Péricles de Mello (PT), a expectativa é a aprovação da matéria, já que todas as comissões se mostraram favoráveis à proposta desde o seu lançamento, há um ano.

Assim como está previsto na lei nacional, aprovada pela presidente Dilma Rousseff no fim do ano passado, no âmbito estadual o objetivo da lei é garantir o comprometimento do estado com a educação, inclusão e saúde dos que sofrem de autismo.

“Com a aprovação queremos sensibilizar o governador para que sancione a lei, que significa melhores condições para as pessoas que têm autismo e suas famílias”, disse o deputado, que participou da mobilização feita na Boca Maldita na manhã desta terça-feira.

Pontos turísticos iluminados nesta terça

A estufa do Jardim Botânico, em Curitiba, será iluminada com a cor azul nesta terça-feira por causa do Dia Mundial de Conscientização do Autismo. A data foi criada pela ONU em 2007.

Outros três pontos turísticos do país serão iluminados pelo mesmo motivo: Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, a ponte estaiada Octávio Frias de Oliveira, em São Paulo e o Santuário Nacional de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, em Aparecida (SP).

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Saúde

PUBLICIDADE