Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Tecnologia

Fechar
PUBLICIDADE

Rede

Brasileiro fundador do Facebook renuncia à nacionalidade americana

Eduardo Saverin tem entre 2% e 4% do grupo. Ele rompeu com Mark Zuckerberg e renunciou à cidadania para escapar do fisco

 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

O brasileiro Eduardo Saverin, um dos fundadores do Facebook, renunciou à sua nacionalidade americana pouco antes da entrada na Bolsa da rede social, o que deve permitir a ele evitar pesados impostos, segundo o registro fiscal dos Estados Unidos.

O nome de Saverin, que é de origem brasileira e vive em Cingapura, está na lista das pessoas que renunciaram à nacionalidade americana divulgada no dia 30 de abril pelo fisco.

Essa decisão é anunciada a alguns dias da introdução na Bolsa do Facebook, que deve ocorrer no dia 18 de maio e poderá fazer com que a empresa de Mark Zuckerberg seja avaliada em entre 70 e 87,5 bilhões de dólares.

Eduardo Saverin, de 30 anos, teria entre 2% e 4% do grupo após o seu rompimento com Zuckerberg, ilustrado no filme "A rede social". Segundo o site "Who Owns Facebook?", sua parte representaria por volta de 3,4 bilhões de dólares.

Os cidadãos americanos devem pagar imposto de renda, mesmo que não vivam nos Estados Unidos. Em Cingapura, Saverin escaparia em grande parte dessa obrigação porque a ilha-Estado não cobra imposto de renda de origem estrangeira.

Segundo um porta-voz de Saverin citado pela agência Bloomberg News, o empresário renunciou a sua cidadania americana porque pretende viver em Cingapura, onde investiu em várias empresas de ponta.

Siga a Gazeta do Povo e acompanhe mais novidades

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Tecnologia

PUBLICIDADE
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais