Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Meio ambiente

Acesso ao Pico Paraná agora é gratuito

O acesso ao local pertencia a uma área privada, cujos donos cobravam pela passagem dos visitantes. A faixa do terreno que dá acesso à montanha foi desapropriada pela prefeitura de Campina Grande do Sul

  • Angieli Maros
 |
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Por meio de ordem judicial emitida na semana passada, frequentadores do Pico Paraná agora têm acesso gratuito à entrada da montanha, localizada no município de Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba. Até a decisão, o acesso ao local pertencia a uma área privada, cujos donos cobravam pela passagem dos visitantes.

De acordo com a prefeitura, que divulgou as informações nesta quinta-feira (12), após a ordem judicial de imição de posse - em favor do município de Campina Grande do Sul - da faixa de terreno que compreende a entrada para o pico, todas as barreiras de acesso à montanha foram retiradas. Com a posse, a fiscalização da subida ao cume do Pico Paraná passa a ser de responsabilidade do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) juntamente com o executivo municipal.

O IAP, por meio de sua assessoria de imprensa, confirmou a gestão compartilhada do acesso. Segundo o órgão, a prefeitura de Campina Grande do Sul pagará aos donos da fazenda pela parte de terra e também por todas as benfeitorias realizadas por iniciativa privada no local. Não houve famílias desapropriadas por conta da ordem.

O Instituto informou também que já estuda um projeto de infraestrutura para o acesso, que deverá contar com uma casa de recepção aos visitantes e banheiros. O estacionamento de carros, no entanto, vai continuar pago, já que o serviço não será oferecido, inicialmente, na área de administração pública.

Montanha mais alta do Sul do Brasil

O Pico Paraná é a montanha mais alta da região Sul do Brasil. A caminhada até o cume do pico – que tem 1.877 metros de altitude – pode levar de seis a oito horas. Do topo, é possível ver as baías de Paranaguá e Antonina, além da cidade de Curitiba e da Mata Atlântica localizada ao redor do litoral paranaense.

A montanha pertence à Serra Ibitiraquire que, em tupi-guarani, significa “serra verde”. O nome faz jus à região, que é marcada por uma mata fechada com mais de 2.500 tipos diferentes de espécies vegetais e que também serve de abrigo a animais, inclusive espécies ameaçadas de extinção, como a onça pintada, o puma, entre outras.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida e Cidadania

PUBLICIDADE