Vida e Cidadania

Fechar
PUBLICIDADE

Crime no litoral

Adolescente encontrada morta em Pontal pode ter sofrido abuso sexual

De acordo com o delegado Messias Rosa, a polícia trabalha com a hipótese de que o ato sexual ocorreu na casa de Emanuelle ou em alguma residência próxima

 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

O Instituto Médico Legal de Curitiba confirmou nesta quarta-feira a presença de sêmen no corpo da adolescente Emanuelle Jackowski, estudante do Instituto Federal do Paraná, que foi encontrada morta na última quinta-feira (14) em um terreno baldio do balneário de Santa Terezinha, em Pontal do Paraná.

A descoberta é um indício de que a adolescente, de 17 anos, sofreu violência sexual. De acordo com o delegado Messias Rosa, a polícia trabalha com a hipótese de que o ato sexual ocorreu na casa de Emanuelle ou em alguma residência próxima.

Depois do ato, ela teria sido levada para o terreno baldio, que fica a 80 metros de sua casa. Ainda não há certeza sobre o local exato onde ocorreu o crime.

Os três suspeitos colheram material genético no início da semana para ser confrontado com o sêmen encontrado no corpo de Emanuelle. O resultado desses exames deve sair em 30 dias, antes da conclusão do inquérito. Além disso, os suspeitos foram encaminhados para fazer o exame grafotécnico para comparar a letra dos suspeitos com a do bilhete recebido por Emanuelle em sua folha do caderno com a inscrição: “Você pode trair uma amiga”.

A polícia trabalha também com a hipótese do crime ter sido motivado por ciúmes e não descarta a possibilidade de uma participação feminina no crime.

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida e Cidadania

PUBLICIDADE
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais